Economia

R$ 1,4 tri em investimentos podem vir na esteira da nova Previdência


A estimativa foi feita pela Firjan durante homenagem ao presidente Jair Bolsonaro


  Por Agência Brasil 20 de Maio de 2019 às 15:40

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) divulgou nesta segunda-feira, 20/05, projeção em que prevê que R$ 1,4 trilhão em investimentos poderão ser materializados caso a reforma da Previdência seja aprovada no Congresso Nacional.

O estudo foi apresentado diante do presidente Jair Bolsonaro, que foi homenageado com a Medalha do Mérito Industrial.

Segundo a Firjan, R$ 655 bilhões em investimentos públicos e R$ 729 bilhões em investimentos privados poderiam ocorrer com a mudança na situação das contas públicas e da confiança do setor privado.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouveia Vieira, disse que, além da melhora do déficit público, a reforma vai promover a retomada da confiança e estimular a atividade econômica, além de uma potencial de redução dos juros e da inflação.

"O Brasil define pelos próximos dois ou três meses seu destino nas próximas duas ou três décadas", disse o presidente da federação, que estimou que poderiam ser destinados R$ 770 bilhões para a habitação, R$ 221 bilhões para o saneamento, R$ 95 bilhões para segurança, R$ 130 bilhões na saúde, R$ 33 bilhões na educação e R$ 135 bilhões para a finalização de obras que se encontram paralisadas.

IMAGEM: Thinkstock