Economia

Movimento do comércio cresce 1% em janeiro


Aumento do crédito para consumidores, assim como a liberação do FGTS impulsionaram a ligeira alta nas vendas, de acordo com o indicador nacional da Boa Vista


  Por Estadão Conteúdo 17 de Fevereiro de 2020 às 10:25

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


O índice que mede o comportamento do comércio varejista no Brasil apresentou alta de 1% em janeiro na comparação com dezembro na série ajustada sazonalmente, informou a Boa Vista em nota.

Em relação ao primeiro mês de 2019, sem ajuste, houve expansão de 1,1% e avanço de 1,6% no acumulado em 12 meses terminados em janeiro. As concessões de crédito com recursos livres aos consumidores e o controle de preços, além da liberação dos recursos do FGTS no ano passado impulsionaram o crescimento das vendas na comparação interanual nos últimos meses, iniciando o ano em alta após recuo em dezembro, segundo o levantamento.

LEIA MAIS:  10 tendências globais de consumo para 2020

O segmento de móveis e eletrodomésticos apresentou alta de 2,1% em janeiro após registrar queda de 4,7% em dezembro. Já em relação ao primeiro mês de 2019, cedeu 0,1%.

A atividade de supermercados, alimentos e bebidas registrou variação de 0,1% em janeiro ante o mês anterior e subiu 1,9% no confronto com janeiro de 2019. O segmento de tecidos, vestuários e calçados cresceu 1% no mês.

Nos dados acumulados dos últimos 12 meses houve alta de 6,9%, enquanto a categoria de combustíveis e lubrificantes apresentou queda de 0,4% em janeiro ante dezembro. Na comparação com janeiro do ano passado, cedeu 0,3%.

DINÂMICA

A tendência, no curto prazo, continua sendo de recuperação gradual do comércio em 2020, a despeito da retomada lenta do mercado de trabalho e do baixo crescimento da renda. Isso, explicam os economistas da Boa Vista, tem aumentado o endividamento e o comprometimento da renda, elevando, assim, o risco de aumento na inadimplência.

FOTO: Arquivo DC