Economia

Investimentos sobem 7,8% em janeiro ante dezembro, diz Ipea


Os resultados foram impulsionados pelo bom desempenho da produção interna e pela importação de plataformas ocorridas no período


  Por Estadão Conteúdo 11 de Março de 2020 às 14:10

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


Os investimentos na economia cresceram no primeiro mês de 2020, aponta o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O Indicador Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF, medida dos investimentos no Produto Interno Bruto) aponta alta de 7,8% em janeiro ante dezembro, na série com ajuste sazonal.

Apesar da alta na margem, o trimestre móvel terminado em janeiro registrou queda de 2% também na série dessazonalizada. Na comparação com o ano anterior, a FBCF atingiu patamar 7% superior ao verificado em janeiro de 2019. No acumulado em doze meses, os investimentos aceleraram, com a taxa de crescimento passando de 2,1% para 2,7%.

De acordo com o Ipea, os resultados foram impulsionados pelo bom desempenho da produção interna e pela importação de plataformas ocorridas no período. "Excluindo-as dos cálculos, os investimentos teriam aumentado 4,9% na margem e 2,5% na comparação com janeiro de 2019", destaca em nota.

Na comparação com ajuste sazonal, o consumo aparente de máquinas e equipamentos - cujo valor corresponde à produção nacional para o mercado interno acrescida às importações - registrou elevação de 18,3% em janeiro.

Enquanto a produção nacional de máquinas e equipamentos avançou 6,1% em janeiro, a importação cresceu 25,8% no mesmo período, em função do impulso gerado pela importação de plataformas de petróleo.

A construção civil, por sua vez, avançou 5,7% em janeiro, na série dessazonalizada, e outros ativos fixos tiveram queda de 0,7% na passagem de dezembro para janeiro, encerrando o trimestre móvel com alta de 2,4%. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o desempenho positivo em janeiro foi generalizado.

Enquanto a construção civil registrou uma variação positiva de 3,7%, o segmento máquinas e equipamentos registrou alta de 11,4% em janeiro. Já o componente outros atingiu um patamar 6% superior ao observado no mesmo período de 2019.

 

IMAGEM: Thinkstock