Economia

Índices de confiança do comércio e de serviços avançam em junho


Segundo a FGV, o indicador para o comércio atingiu 95,9 pontos, o maior patamar desde setembro de 2020. Para serviços chegou a 93,8 pontos, maior nível desde fevereiro de 2020


  Por Agência Brasil 29 de Junho de 2021 às 11:24

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


Os índices de confiança do comércio e do setor de serviços cresceram, pela terceira vez consecutiva, na passagem de maio para junho.

Segundo da Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Confiança de Serviços subiu 5,7 pontos em junho e chegou a 93,8 pontos, o maior valor desde fevereiro de 2020 (94,4 pontos), período pré-pandemia de covid-19.

O Índice da Situação Atual, que mede a percepção dos empresários de serviços sobre o presente, teve alta de 4,7 pontos e atingiu 88,7 pontos. O Índice de Expectativas, que mede a confiança no futuro, cresceu 6,7 pontos e alcançou 99,1 pontos.

COMÉRCIO

O Índice de Confiança do Comércio subiu 2 pontos e chegou a 95,9 pontos, patamar mais alto desde setembro de 2020 (99,6 pontos). A confiança do empresariado do comércio cresceu em quatro dos seis setores pesquisados pela FGV.

A alta do setor foi puxada pelo Índice de Situação Atual que avançou 9,3 pontos e chegou a 104,2 pontos. O Índice de Expectativas por outro lado, recuou 5,9 pontos e atingiu 87,6 pontos.

 

IMAGEM: Thinkstock

 






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade