Economia

Índice que reajusta aluguel cai 1,10% em abril


O resultado é o menor da série histórica iniciada em junho de 1989


  Por Estadão Conteúdo 27 de Abril de 2017 às 09:35

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou queda de 1,10% em abril, menor taxa da série histórica iniciada em junho de 1989, segundo informou nesta quinta-feira (27/4) a Fundação Getulio Vargas (FGV).

A deflaçãoneste mês sucede a ligeira alta de 0,01% em março.

O resultado ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo Projeções Broadcast, entre queda de 1,19% a 0,85%, mas a deflação registrada foi maior que a mediana (-1,01%).

Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o IPA-M intensificou a deflação, ao sair de -0,17% em março para -1,77% em abril.

Na mesma base de comparação, o IPC-M ficou em 0,33% após 0,38%.

O INCC-M teve queda de 0,08%, vindo de alta de 0,36% no mês anterior. A variação acumulada do IGP-M em 12 meses até março caiu para 3,37%, ficando pela primeira vez abaixo de 4,00% desde abril de 2015. Já no ano, o indicador tem deflação de 0,36%.

IPAs

Os preços dos produtos agropecuários no atacado, medidos pelo IPA Agropecuário, caíram fortemente em abril para 4,30% depois de queda de 0,99% em março, informou a FGV.

Os preços de produtos industriais mensurados pelo IPA Industrial também tiveram deflação, de 0,85%, ante avanço de 0,13% no terceiro mês do ano.

Os preços dos bens intermediários tiveram retração de 0,77% em abril em relação à taxa também negativa de 0,39% apurada em março.

Os preços das matérias-primas brutas também caíram de forma acentuada na apuração deste mês (5,22%), de queda de 0,05% no mês passado. Já a variação dos bens finais subiu 0,36%, depois de ceder 0,08% no terceiro mês do ano.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) acelerou a velocidade de retração, de 0,17% para declínio de 1,77% em abril. Em 12 meses até março, o IPA acumula alta de 2,72% e, no ano, tem baixa de 1,35%.

O IGP-M caiu 1,10% este mês, após registrar ligeiro avanço de 0,01% em março.

FOTO: Thinkstock






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade