Economia

Em 2019, vendas de materiais de construção devem crescer 2%


Projeção da Abramat é maior do que a de 2018, quando o patamar ficou abaixo do previsto, em 1,2%


  Por Karina Lignelli 17 de Janeiro de 2019 às 13:30

  | Repórter lignelli@dcomercio.com.br


As vendas de materiais de construção no País devem crescer 2,0% neste ano, de acordo com estimativa divulgada nesta quinta-feira, 17, pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat).

Em 2018, as vendas no setor subiram 1,2%, patamar que ficou abaixo do projetado pela associação, que esperava crescimento de 1,5% a 2,0%.

Ainda assim, o dado foi considerado positivo, pois interrompeu uma sequência de três anos consecutivos de retração nas vendas de materiais pela indústria.

A pesquisa da Abramat também mostrou que a quantidade de pessoas empregadas pela indústria de materiais aumentou. Em 2018, o número de vagas no setor subiu 1,7%, segundo a pesquisa.

"O ano de 2018 foi de retomada. As vendas de materiais para o varejo movimentou os estoques da indústria, e o resultado foi de crescimento nas vendas, ainda que tímido, mas revertendo a sequência negativa", afirmou, em nota, o presidente da Abramat, Rodrigo Navarro.

Ele ponderou que, durante o processo eleitoral no segundo semestre de 2018, o setor enfrentou um período de muitas incertezas políticas e econômicas que resultaram em contenção de gastos das famílias, além de investimentos públicos.

Já com a definição do novo governo, há um cenário "mais bem delineado para o futuro", alimentando expectativas de continuidade do crescimento das vendas, acredita Navarro.