Economia

Do interior à capital, preços da ceia podem variar 140%


Comparamos o valor de nove produtos em supermercados da capital e outros do interior do Estado. De uma loja para outra, o preço da uva passa, por exemplo, varia de R$ 19,90 a R$ 47,95 o quilo


  Por Mariana Missiaggia 12 de Dezembro de 2018 às 08:00

  | Repórter mserrain@dcomercio.com.br


Nas semanas que antecedem as comemorações de Natal e Ano Novo é comum ver carrinhos lotados e consumidores à procura das melhores ofertas.

Panetones, aves congeladas e frutas secas passam a compor a lista de compras de quem não abre mão de uma ceia tradicional.

O Diário do Comércio comparou os preços de nove produtos da ceia em cinco supermercados da capital e outros cinco do interior do Estado -a diferença de valores pode chegar a até 140%.

Integram a lista da pesquisa itens como azeite, panetone, chester, tender, frutas secas, frutas em calda e espumante. A coleta de preços foi realizada entre os dias 08 e 10/12/17 em lojas do Pão de Açúcar, Carrefour, Mambo, Sonda e Vovó Zuzu, na cidade de São Paulo.

No interior do Estado, visitamos unidades do Savegnago, Pague Menos, Sempre Vale, Covabra e Nagumo, em cidades, como Limeira, São José dos Campos, Araraquara, Rio Claro e Boituva.

Do total dos itens pesquisados na capital, o supermercado Sonda, na Mooca, foi o que apresentou a maior quantidade de produtos pelo menor preço (nove itens). Considerando a compra total dos alimentos, a conta sairia por R$ 281,64.

Outras redes varejistas (Pão de Açúcar, Carrefour e Mambo) também reuniam os nove alimentos pesquisados. Destes, o Mambo, da Vila Madalena, apresenta a lista de compras mais cara -R$ 313,93 pelos dez itens.

Levando em consideração apenas oito itens (Panetone Bauducco 500gr, Chester Perdigão 3,8 kg, Tender Sadia kg, Abacaxi em calda Schramm 440 gr, Pêssego em calda Schramm 450 gr, Damasco e Uva Passa), o Vovó Zuzu, no Parque Dom Pedro II, apresenta a lista mais barata do grupo: R$ 242,25. Os mesmos itens sairiam por R$ 280,45, no Mambo.

A pesquisa também comparou os preços atuais com os praticados nas mesmas datas de dezembro de 2017. Na capital, houve aumento, especialmente, no preço do quilo do tender (49%), que saltou de R$ 31,53, em 2017, para R$ 47,17, em 2018.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

NO INTERIOR

Já no interior do Estado, o supermercado Covabra é o que apresenta a maior quantidade de produtos pelo menor preço (nove itens). A compra total sairia por R$ 239,30. Já o Sempre Vale, oferece a compra mais cara por R$ 277, 16 - uma variação de 15% em relação à compra mais barata.

Lojas do Savegnago, em Limeira e Araraquara, do Pague Menos, em Boituva, e Nagumo, em São José dos Campos, também reuniam os nove alimentos pesquisados por R$ R$ 261,41. R$ 261,12 e R$ 256, 59, respectivamente.

Uma das variações mais altas encontradas nas cidades do interior é o vinho lambrusco, vendido a preços que variam de R$ 19,90 até R$ 35,90 - uma oscilação de 80%.

INTERIOR X CAPITAL

Reunindo os preços dos dez supermercados (capital e interior), a maior diferença entre o maior e menor preço constatada pela pesquisa foi no quilo da uva passa.

A diferença de R$ 28,05 representa uma variação de 140% no preço do produto.

Levando em consideração os dez supermercados visitados, a ceia de Natal sai mais barata no interior.

A variação entre o menor e o maior preço da compra total é de 31%, sendo que o valor mais baixo foi encontrado no Covabra (R$ 239,30) e o mais alto (R$313,93), no Mambo.