Economia

Cresce o número de consumidores que reclamam seus direitos


Pesquisa da Boa Vista mostra que 67% dos compradores costumam reclamar, com base no Código de Defesa do Consumidor, quando encontram problemas em produtos e serviços


  Por Redação DC 14 de Março de 2019 às 15:04

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Cresceu o percentual de consumidores que costumam reclamar seus direitos quando encontram problemas em produtos e serviços.

Levantamento da Boa Vista realizado em fevereiro do ano passado mostrava que 61% dos compradores afirmavam ter esse comportamento. Já pesquisa em feita no mês passado mostrou que o percentual evoluiu para 67%.

Observando a série histórica da sondagem, é possível constatar que nos últimos três anos cresceu em dez pontos percentuais a relação de consumidores que procura os seus direitos quando têm alguma dificuldade após realizar a aquisição de algum bem ou serviço.

Para Pablo Nemirovsky, superintendente de Serviços ao Consumidor da Boa Vista, este avanço no percentual entre os consumidores que vai em busca dos seus direitos mostra um amadurecimento do brasileiro, que tem se informado mais sobre seus direitos e feito valer os mesmos. 

Ainda segunda a pesquisa da Boa Vista, 21% dos respondentes disseram que reclamam apenas em alguns casos e 12% que nunca reclamam.

A sondagem também identificou que 61% dos consumidores declararam conhecer o Código de Defesa do Consumidor (CDC) e que destes, 65% afirmam que já o consultaram para entender sobre seus direitos. 

DIA DO CONSUMIDOR

Em 15 de março é comemorado o Dia Mundial do Consumidor. A data marca a primeira manifestação de uma personalidade política na defesa dos consumidores, feita em 1962 pelo então presidente dos Estados Unidos John F. Kennedy no Congresso americano.

Em seu discurso, Kennedy declarou que são direitos básicos do consumidor a segurança, a informação e a escolha, além de ser ouvido.

No Brasil, as palavras de Kennedy foram reforçadas com a entrada em vigor do Código de Defesa do Consumidor, coincidentemente no mês de março. São 28 anos (comemora-se no dia 11/3) da vigência da lei que garantiu a consumidores e fornecedores direitos e deveres.

METODOLOGIA

Mais de mil consumidores participaram da sondagem da Boa Vista realizada entre os dias 13 e 28 de fevereiro. A leitura dos resultados deve considerar 3% de margem de erro e grau de confiança de 95%.

 

IMAGEM: Thinkstock