Economia

Confiança do empresário ficou 17,7% abaixo de 2019, diz FecomercioSP


O indicador da federação terminou o ano passado em 118,8 pontos, enquanto agora, ele fechou em 97,8 pontos


  Por Estadão Conteúdo 18 de Dezembro de 2020 às 13:00

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


A confiança do empresário do comércio paulista mantém linha ascendente desde junho, porém, fecha 2020 com patamar médio 17,7% abaixo do registrado no ano passado. É o que indica o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec) da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP).

Em 2019, a pontuação média foi de 118,8 pontos, enquanto agora de 97,8. No fechamento do mês de dezembro, a confiança alcançou 102,6 pontos. O resultado está acima do visto em novembro, com 100,6 pontos, mas aquém dos 122,1 no encerramento de 2019.

A retomada da confiança dos empresários se manteve em alta durante todo o segundo semestre - mesmo em um contexto que ainda não conseguiu repor as perdas do primeiro período do ano, que variaram entre 40% e 50%, segundo a FecomercioSP.

Em junho, o Icec registrou um dos piores resultados da série histórica, quando caiu aos 61 pontos, queda de 35% em relação a igual mês do ano anterior. Em maio, a marca dos 93,8 pontos já significava uma retração de 21% na comparação com maio de 2019. No entanto, o desempenho voltou a ser positivo a partir de julho: o melhor deles foi em setembro, quando o índice atingiu 74,8 pontos - crescimento de 14,9% ante igual mês do ano passado.

O Índice de Estoques (IE) também fecha 2020 abaixo do visto em 2019, com patamar médio 10,3% inferior. Ficou nos 107,2 pontos, na média, ante 119,5 na média do ano passado.

 

IMAGEM: Thinkstock






Publicidade





Publicidade







Publicidade