Economia

Concessão de crédito deve permanecer estável no governo Temer


Executivos do mercado financeiro esperam melhora na atividade econômica no segundo semestre, segundo pesquisa da GoOn


  Por Redação DC 02 de Junho de 2016 às 18:05

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Levantamento realizado pela GoOn, empresa de análise de risco de crédito, aponta que a maior parte dos executivos do mercado financeiro acredita que as concessões de crédito não devem sofrer alterações com o governo do presidente em exercício Michel Temer

Essa é a percepção de 51,4% dos 100 executivos entrevistados para o levantamento. Já 42,1% acreditam que as concessões devem aumentar, enquanto 6,5% preveem uma diminuição.

O clima de incertezas também é refletido quando os executivos são questionados sobre inadimplência futura. O levantamento aponta que 45,3% dos entrevistados acreditam que a inadimplência vai se manter no atual nível, enquanto 34,9% são mais pessimistas e vislumbram um aumento da inadimplência, contra 19,8% que acreditam em redução.

Já quando perguntados sobre a intenção de redução do quadro de pessoal, 58,9% dos entrevistados afirmam que pretendem demitir.

Devido às incertezas políticas e econômicas do momento, 55,1% dos entrevistados afirmaram que não têm uma expectativa concreta sobre como deve ser o segundo semestre de 2016. Mas 43% deles acreditam que o segundo semestre deve melhorar em relação ao primeiro.

IMAGEM:Thinkstock







Publicidade




Publicidade






Publicidade