Economia

Atividade industrial perdeu força em outubro


Para economistas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), a greve dos caminhoneiros e as incertezas eleitorais comprometeram o resultado


  Por Redação DC 04 de Dezembro de 2018 às 18:56

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


De acordo com o IBGE, em outubro, a atividade industrial apresentou alta de 1,1% em relação a igual mês de 2017, ficando abaixo das expectativas de mercado.

Para os economistas da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), o resultado de outubro sugere que a recuperação da indústria perdeu força após a greve dos caminhoneiros. Também pesaram a incerteza eleitoral e a demanda interna mais fraca.

A equipe da ACSP acredita que melhores condições financeiras das famílias e a retomada da confiança dos empresários observada recentemente poderiam intensificar o crescimento do setor durante os próximos meses.

No acumulado em 12 meses a produção do setor expandiu 2,3%, porém, em ritmo menor do que o observado em setembro.

No comparativo com outubro do ano passado, três das quatro categorias de uso anotaram crescimento, com destaque para os bens de capital, impulsionados pela produção de máquinas e equipamentos para a agricultura.

Os bens duráveis também contribuíram de forma importante para o resultado, principalmente no segmento de veículos.

 

IMAGEM: Thinkstick