Economia

Alta na cesta de alimentos pesa no orçamento de famílias de SP


Os produtos de origem vegetal tiveram uma variação de 11,27% e os de origem animal, de 4,86% no ano


  Por Estadão Conteúdo 02 de Junho de 2016 às 20:13

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


As famílias paulistas pagaram 8,01% a mais pelos alimentos de consumo domiciliar nos primeiros cinco meses do ano, mostra levantamento do Instituto de Economia Agrícola (IEA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. 

"Seguindo a tendência de alta nos preços, constatada nos meses anteriores do ano, os produtos de origem vegetal tiveram uma variação positiva de 11,27% e os de origem animal, de 4,86% no ano. Em relação ao mês de abril, o consumidor pagou em maio 0,64% a mais pelos alimentos", diz a secretaria, em nota.

A pesquisa aponta alta dos preços da batata (21,21%), do pão francês (5,12%) e do leite longa vida (4,42%). 

"Entre os itens pesquisados, a cenoura e a banana tiveram uma redução significativa no preço, de 15,13% e de 3,42%, respectivamente, por serem produtos que se encontram em período de safra", disse o pesquisador Vagner Azaria Martins.

FOTO: Thinkstock






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade