Brasil

Quarentena: prefeitura de SP já interditou 1,4 mil estabelecimentos


Bares, restaurantes e similares são alvos principais. Os números compreendem ações do início da pandemia até 22 de janeiro


  Por Agência Brasil 27 de Janeiro de 2021 às 17:01

  | Agência de notícias da Empresa Brasileira de Comunicação.


A prefeitura da capital paulista já interditou desde o início da pandemia de covid-19, em março de 2020, 1.429 estabelecimentos que descumpriram as legislações municipais relacionadas ao combate da disseminação da doença.

Do total, 1.009 (70,6%) são bares, restaurantes, lanchonetes, cafeterias, casas de baladas e danceterias. Os dados levam em conta as interdições até 22 de janeiro de 2021.

De acordo com a administração municipal, no período, 26.455 munícipes foram abordados e orientados para a correta utilização das máscaras; 13.488 estabelecimentos foram orientados sobre os protocolos adequados, e 1.755 máscaras distribuídas nos centros comerciais e locais com o maior fluxo de pessoas na cidade.

“A prefeitura tem optado por ações educativas, reforçando à população a necessidade do uso correto das máscaras, não fazendo desta uma ação punitiva, com multas”, destacou em nota a administração municipal.

 

IMAGEM: Tânia Rego/Agência Brasil






Publicidade





Publicidade







Publicidade