Brasil

Prefeitura recua: barrar não vacinados ficará a cargo do estabelecimento


A vacinação em dia deve ser critério para liberar a entrada em jogos, feiras e congressos. Para bares, shoppings, restaurantes e lojas, será uma recomendação


  Por Redação DC 24 de Agosto de 2021 às 13:07

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


A prefeitura de São Paulo recuou da decisão de obrigar os estabelecimentos comerciais a impedirem a entrada de clientes que não estiverem com a vacinação contra covid-19 em dia. Agora, essa passou a ser uma recomendação, e não uma determinação.

Segundo a prefeitura, as regras ainda serão definidas, mas tudo indica que a proibição envolverá apenas a entrada em jogos, feiras e congressos. Em shoppings, bares, restaurantes e lojas, a decisão de liberar ou não a entrada de não vacinados ficará a cargo do estabelecimento.

Na manhã da última segunda-feira (23) o prefeito Ricardo Nunes anunciou para esta semana o lançamento de um “passaporte da vacina”, que será usado pelo cidadão e permitirá aos estabelecimentos verificarem quem está com a vacinação em dia.

Para conseguir o passaporte, será preciso baixar um aplicativo, previsto para ser lançado ainda nesta semana. O app permitirá ao cidadão emitir um QR Code, que será lido pelos estabelecimentos comerciais e revelará se falta alguma dose da vacina para ser aplicada.

FIM DAS RESTRIÇÕES

As restrições às atividades empresariais previstas no Plano São Paulo acabaram na última terça-feira (17). A partir de então, não há mais limites de horário e de público no atendimento presencial. Mas as recomendações sanitárias continuam valendo.

Os estabelecimentos comerciais e de serviços terão de manter os protocolos sanitários, garantindo distanciamento mínimo de um metro entre os clientes, uso de máscara e disponibilidade de sanitizantes.

Shows com público em pé continuam proibidos, assim como pistas de dança e torcida em estádios. Mas eventos empresariais, sociais e culturais estão liberados, com controle do público.

Os parques estaduais já estão em funcionamento, sem restrições, desde primeiro de agosto.

Desde o início do mês também não há mais toque de restrição, e o sistema tradicional de rodízio está valendo.

 

IMAGEM: Pixabay






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade