Brasil

Pedágio das rodovias estaduais de SP sobe 9,32% no dia 1º de julho


O reajuste anual é baseado no IPCA acumulado dos últimos 12 meses, de acordo com o estipulado nos contratos de concessão


  Por Estadão Conteúdo 29 de Junho de 2016 às 18:41

  | Agência de notícias do jornal O Estado de S.Paulo


A partir do dia 1º de julho, as tarifas de pedágio das rodovias estaduais paulistas serão reajustadas em 9,32%, informou nesta quarta-feira (29/06) a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). 

O reajuste anual é baseado na inflação medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) acumulado dos últimos 12 meses, de acordo com o estipulado nos contratos de concessão.

A Artesp também autorizou o início da cobrança de pedágio na Rodovia dos Tamoios a partir do dia 1º de julho. 

A agência diz que a concessionária cumpriu as exigências definidas para a operação das praças. "Para o início da cobrança era necessária a execução de no mínimo 6% das obras de duplicação do trecho de serra, além de várias outras obrigações", afirma.

As praças dos quilômetros 15,7 e 56,6 passarão a cobrar, respectivamente, R$ 3,50 e R$ 6,20. 

Conforme a Artesp, a tarifa é parte da remuneração que irá viabilizar a construção de 21,6 quilômetros de novas pistas para a duplicação do trecho de serra da rodovia - obra orçada em R$ 2,6 bilhões.

O Sistema de Transporte Intermunicipal Rodoviário de Passageiros também passa a ter novo valor a partir da zero hora do dia 5 de julho. O percentual de reajuste é de 9,56%.

FOTO: Thinkstock