Brasil

Papa lamenta “momento triste” vivido pelo Brasil


Durante a inauguração de uma estátua de Nossa Senhora Aparecida nos Jardins Vaticanos, em Roma, papa pediu orações para que a padroeira continue a proteger os brasileiros


  Por Ansa 03 de Setembro de 2016 às 19:47

  | Informações fornecidas pela Agência Italiana de Notícias


O papa Francisco disse que o Brasil atravessa um "momento triste" e confessou que provavelmente não visitará o país em 2017, como tinha sido cogitado sobre o roteiro de sua próxima viagem pela América Latina. 

O comentário sobre a situação política brasileira ocorreu durante a inauguração de uma estátua de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do país, nos Jardins Vaticanos, em Roma. 

"Estou contente que a imagem de Nossa Senhora Aparecida esteja nos jardins. Em 2013, eu tinha prometido voltar ao Brasil. Não sei se será possível, mas, pelo menos, agora terei [a santa] mais perto de mim", disse o Papa. 

Em seguida, ele convidou as pessoas a rezarem "para que Nossa Senhora Aparecida siga protegendo todo o Brasil, todo o povo brasileiro, neste momento triste". 

No último 2 de agosto, foi divulgado que o papa havia escrito uma carta de apoio à Dilma Rousseff. A ex-presidente se negou a dar detalhes sobre o conteúdo. "Digo apenas que não foi uma carta oficial", afirmou a petista. "Não foi uma carta do papa em sua condição de representante do Vaticano." Em maio, Francisco recebeu no Vaticano a atriz Letícia Sabatella, que entregou a ele um documento contra o impeachment de Dilma redigido pelo advogado Marcello Lavenére. 

Durante a cerimônia, o papa lembrou que a imagem de Nossa Senhora Aparecida foi encontrada por trabalhadores humildes e desejou que hoje possa ser achada "por todos, e especialmente por todos aqueles que necessitam de trabalho, educação e pelos que são privados de sua dignidade".