Brasil

Eduardo Cunha renuncia à Presidência da Câmara


O deputado federal do Rio de Janeiro atribui gesto à intenção de “melhorar a situação da Câmara”


  Por Redação DC 07 de Julho de 2016 às 13:38

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


O deputado federal Eduardo Cunha acaba de anunciar a renúncia à presidência da Câmara. Em um pronunciamento lido, em que se disse injustiçado e inocente das acusações, o parlamentar se emocionou ao falar do envolvimento da mulher, Cláudia Cruz, e da filha mais velha no processo da Lava Jato. 

Cunha foi acusado, no último dia 22 de junho, pelo recebimento de R$ 5 milhões de propina em contas não declaradas na Suíça. Com isso, irá responder pelos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas oriundas da Operação Lava Jato.

Na  sua fala, ele enfatizou:  “Renuncio à Presidência para melhorar a situação da Câmara.” Analistas avaliam que ele tomou a decisão para tentar preservar o mandato de deputado pelo Rio de Janeiro. 

Ele também procurou dar um sentido de perseguição e vingança às acusações e à pressão pela renúncia, tentando dar um caráter de vítima ao seu gesto.

FOTO: Valter Campanato/Agência Brasil





Publicidade






Publicidade







Publicidade