Brasil

Contra governo e corrupção, lojistas fecham as portas


Protestos realizados em Ribeirão Preto e Guarulhos buscam aumentar a participação de empresários nas manifestações pelo impeachment da presidente


  Por Renato Carbonari Ibelli 29 de Março de 2016 às 19:30

  | Editor ibelli.dc@gmail.com


Os lojistas de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, fecharão as portas por duas horas nesta quarta-feira (30/03) em protesto contra a corrupção. Eles planejam iniciar o ato às 10 horas, quando seguirão para frente das lojas com faixas e cartazes. 

Os lojistas seguirão então para a praça XV, no centro da cidade, onde receberão dirigentes das entidades que participam do ato. O protesto é organizado pelo Movimento Brasil Limpo (MBL) e apoiado pela Associação Comercial e Industrial de Ribeirão (Acirp), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) entre outras entidades.

A entidade está vinculada à Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), que está entre centenas de associações empresariais que pleiteiam o impeachment da presidente Dilma Rousseff.

LEIA MAIS: Posição Facesp/ACSP - Impeachment Já

“Queremos manter vivo o movimento que levou 100 mil pessoas às ruas de Ribeirão no dia 13 de março . Vamos mostrar que os empresários não irão sossegar enquanto não se der um basta em toda essa corrupção”, diz José Carlos Carvalho, vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

CARVALHO, DA FACESP: EMPRESÁRIOS SOSSEGAM SÓ QUANDO ACABAR A CORRUPÇÃO. Foto: Ayrton Photos

Segundo Carvalho, trata-se de um movimento suprapartidário e, por esta razão, não serão permitidos representantes de qualquer sigla política. 

GUARULHOS

Já os protestos de lojistas em Guarulhos estão programados para sexta-feira (1º/04). No dia, os empresários irão baixar as portas das 11 horas até o meio-dia. 

Segundo William Paneque, presidente da Associação Comercial e Empresarial (ACE) de Guarulhos, a data não foi escolhida ao acaso. “O Dia da Mentira é uma referência às inúmeras inverdades que a presidente Dilma Rousseff disse durante sua campanha à reeleição”, diz.

PANEQUE, PRESIDENTE DA ACE-GUARULHOS: "MELHOR PERDER VENDAS A CONTRIBUIR COM GOVERNO CORRUPTO"

O ato será organizado pela ACE-Guarulhos e tem como principal objetivo chamar a atenção para o uso indevido dos recursos públicos.

“Está nítido que muitos governantes têm feito mau uso do dinheiro público. Queremos deixar claro que a classe empresarial não vai se omitir. Se precisar perder venda para não contribuir com governos corruptos, assim faremos”, diz Paneque.

A ACE-Guarulhos incentiva os comerciantes que participarem da ação a tirarem fotos das portas fechadas e publicarem no Facebook com a hashtag ?#‎osempresariosdizembasta

IMAGEM: Reprodução





Publicidade





Publicidade









Publicidade