Brasil

Bufês e salões de festas poderão reabrir como bar em SP


Medida foi publicada nesta sexta-feira pela prefeitura e já está em vigor


  Por Redação DC 04 de Setembro de 2020 às 14:17

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Salões de festas, bufês e danceterias poderão reabrir a partir desta sexta-feira, 4/09, na capital paulista, mas atuando no formato de bar ou restaurante. A permissão consta de decreto publicado no Diário Oficial do Município desta sexta.

Segundo o prefeito Bruno Covas, os estabelecimentos que tiveram a liberação para funcionar não precisarão solicitar alvará provisório para atuarem como bar ou restaurante.

“Não haverá essa burocracia, mas eles terão de cumprir os mesmos protocolos sanitários adotados por bares e restaurantes”, disse o prefeito em coletiva de imprensa realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do estado.

PLANO SÃO PAULO

A atualização desta sexta-feira do plano de flexibilização da quarentena no estado de São Paulo colocou 95% da população paulista na fase amarela.

Nesta fase, podem abrir o comércio de rua em geral e os shoppings, além dos escritórios, bares e restaurantes. Os negócios que recebem clientes podem atender até 40% da capacidade total.

Os estabelecimentos paulistas podem operar por até 8 horas, mas só poderão permanecer abertos até as 22 horas.   

Apenas as regiões de Franca e Ribeirão Preto não migraram para a fase amarela e permanecem na laranja.

Migraram da laranja para a amarela as regiões de Marília, Presidente Prudente, Registro, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto.

POLICIAMENTO NO FERIADO

No feriado de 7 de setembro, municípios do litoral e estâncias do estado terão reforço de 20 mil policiais, 7,2 mil viaturas, 11 helicópteros e 33 drones, que estarão de prontidão até o dia 8 de setembro.  

Segundo o governador João Doria, o aparato “irá reforçar a segurança nas cidades e apoiar as ações adotadas pelos prefeitos de cada município.”

Uma das preocupações é evitar as aglomerações nas praias, como visto nos últimos finais de semana.

 

IMAGEM: Pixabay