Brasil

Bertaiolli vai coordenar a Frente Parlamentar do Empreendedorismo


O deputado federal, e vice-presidente da Facesp, diz que a Frente irá estimular ações para reativação da economia e retomada dos empregos


  Por Cleber Lazo  26 de Agosto de 2021 às 13:56

  | Repórter Facesp cleber.lazo@facesp.com.br


O vice-presidente da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) e deputado federal, Marco Bertaiolli, foi eleito coordenador da Frente Parlamentar do Empreendedorismo.

O grupo de trabalho foi lançado na noite de quarta-feira (25), na Câmara dos Deputados. O evento contou com a presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara, Arthur Lira.

Bertaolli destacou que a principal meta da Frente é assegurar aos empreendedores uma retomada econômica que possibilite a recuperação dos empregos, principalmente aqueles perdidos durante a pandemia.

“Nós teremos várias frentes de trabalho, mas todas voltadas para o fortalecimento do segmento econômico. Hoje, o Brasil possui mais de 15 milhões de desempregados e é preciso reverter este quadro”, ressaltou o vice-presidente da Facesp.

“Com a vacinação em massa, estamos começando a sair desta pandemia, portanto, este é o momento ideal para ganharmos o fôlego necessário para retomar o desenvolvimento econômico e social do Brasil”, avaliou Bertaiolli.

A Frente Parlamentar do Empreendedorismo, ainda de acordo com deputado, vai promover ações para geração de emprego por meio da discussão, do acompanhamento e da apresentação de propostas que aprimorem a legislação federal, para que assim possa oferecer oportunidades de fomento e de fortalecimento do ambiente de negócios.

“O primeiro passo para esta desburocratização do Ambiente de Negócios nós já demos quando fizemos o relatório da MP 1040, encaminhada pelo Ministério da Economia ao Congresso Nacional. Apontamos diversas mudanças e desburocratizamos as regras para que o Brasil melhore sua posição no ranking mundial de negócios e volte a ter a confiabilidade dos investidores”, afirmou.

Bertaiolli lembrou que já está em discussão a proposta para a redução de impostos para as micro e pequenas empresas (MPEs), tanto aquelas que trabalham sob o regime do Simples Nacional, como as do Lucro Presumido.

“Menos impostos significa menos custo financeiro para as MPEs e, portanto, mais emprego”, afirma o parlamentar.

VEJA OS PRINCIPAIS OBJETIVOS DA FRENTE

- Promover ações para geração de emprego por meio da discussão, acompanhamento e apresentação de propostas para aprimorar a legislação federal no fomento e fortalecimento do ambiente de negócios;

- Apoiar a simplificação da carga tributária, a desburocratização do Estado, as desestatizações e reformas estruturantes em prol do desenvolvimento econômico do país;

- Realizar ou apoiar seminários, debates e outros eventos que tratem de temas importantes para a Frente Parlamentar;

- Acompanhar e incentivar as atividades das associações comerciais brasileiras em defesa do empreendedorismo.

 

IMAGEM: Facesp/divulgação






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade