Brasil

Arte encontra esporte em exposição promovida pela ACSP


São pinturas de 73 artistas, tendo como inspiração os Jogos Olímpicos Rio-2016. Os trabalhos podem ser vistos no Butantã Shopping, até sexta-feira (22)


  Por Wladimir Miranda 19 de Julho de 2016 às 17:00

  | Repórter vmiranda@dcomercio.com.br


O movimento, o suor caindo pelo corpo, a busca, muitas vezes sofrida, pelo arranque final, por uma vitória consagradora, fazem do esporte uma obra de arte.

Arte e esporte, um casamento perfeito, uma demonstração definitiva de que, para o atleta, o triunfo, coroado por uma medalha, seja ela de que cor for, serve para dar sentido à vida.

Arte & Olimpíada é a exposição que a Distrital Sudoeste da Associação Comercial de São Paulo promove no Butantã Shopping, até sexta-feira (22).

HIPISMO NO QUADRO DE CÁSSIA SOARES

 

“Arte e esporte têm o poder de mudar o mundo, o poder de inspirar, o poder de unir pessoas, como poucos conseguiram. Arte e esporte podem criar esperanças onde antes só havia desespero. São instrumentos de paz muito mais poderosos do que governos”. Sábias palavras de Nelson Mandela, Prêmio Nobel da Paz, em 1993, pelos seus esforços para acabar com o apartheid na África do Sul.

A exposição faz parte da 2ª Jornada Cultural da Distrital Sudoeste e pode ser apreciada neste momento em que o país vive a expectativa do início dos Jogos Olímpicos Rio-2016, dia 5 de agosto.

“Sabemos que a cada quatro anos, atletas de centenas de países se reúnem em algum país para uma disputa honesta e grandiosa.

O Pavilhão Olímpico, por si só, uma verdadeira obra de arte, formada por cinco anéis entrelaçados, representa os cinco Continentes, prevalecendo a paz, a amizade e o entretenimento perfeito entre todos os povos”, disse Ricardo Granja, diretor Superintendente da Distrital Sudoeste da Associação Comercial de São Paulo.

São 73 expositores que deixaram fluir talento e sensibilidade em suas pinturas para retratar as emoções de atletas no exato instante da disputa. Da chama olímpica ao lançamento do dardo, da marcha atlética ao triatlo, tênis, rúgbi, ginástica artística, windsurfe e futebol. Está tudo lá.

A comissão organizadora da exposição é formada por Ricardo Granja e José Sérgio Toledo Cruz, pela Distrital Sudoeste, e Emanuel Von Laurenstein Massarani, e Raphael Pighinelli Stefanini e Piero artuzo, representando o Instituto de Recuperação do Patrimônio Histórico no Estado de São Paulo (OSCIP).

O Júri é formado por Álvaro Moya, Fernando Durão, Rosemeire Ap. Z. Galimbert e Vera Lucia Coke Lima.