Blogs

No Parque São Jorge, ACSP faz homenagem a ídolo do Corinthians


O ex-goleiro José Benedito Tobias, herói Corinthiano do campeonato brasileiro de 1976, recebeu réplica do Marco da Paz e o Diploma de Mensageiro da Paz


  Por Redação DC 03 de Outubro de 2021 às 13:06

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


*por Bárbara Dantine

João Bico de Souza, vice-presidente da ACSP e presidente do Instituto Marco da Paz (IMPAZ), organizou uma homenagem ao ex-goleiro do Corinthians José Benedito Tobias, um dos maiores ídolos da Fiel Torcida Corinthiana. O evento foi realizado no Parque São Jorge, sede social do Corinthians, na sexta-feira, 1/10, com a presença de coordenadores e diretores superintendentes das distritais da ACSP.

Tobias se consagrou como ídolo do clube ao defender três pênaltis no campeonato brasileiro de 1976, o que levou o Corinthians a disputar a final contra o Internacional em Porto Alegre. Esta foi a partida que ficou conhecida como “invasão corintiana” no Maracanã, quando mais de 70 mil torcedores lotaram as arquibancadas do estádio.

Durante a homenagem surpresa no Parque São Jorge, João Bico e a comitiva da ACSP formada pela equipe que comanda as Sedes Distritais, entregaram ao goleiro uma réplica do Marco da Paz e um Diploma de Mensageiro da Paz, pelos trabalhos realizados por José Benedito Tobias em projetos sociais e por sua contribuição pela divulgação da cultura de paz.

O diploma foi assinado pelo presidente da ACSP, Alfredo Cotait Neto, pelo idealizador do monumento Gaetano Brancati Luigi, por representantes do IMPAZ e por Duilio Monteiro Alves, presidente do Corinthians que fez questão de participar da homenagem. Emocionado, Tobias agradeceu a homenagem e foi aplaudido de pé pelas pessoas presentes na celebração.

Mas as surpresas não pararam por aí: ao anunciar que o almoço seria servido, logo após a entrega das condecorações ao ex-goleiro, João Bico foi interrompido pelos coordenadores adjuntos das Sedes Sociais Amir Massis, Edison Oliveira, Marcelo Marinho, Pedro Rodrigues e Roberto Korsakas que junto com os superintendentes distritais homenagearam João Bico com um quadro dedicado ao “mais querido coordenador geral da ACSP”. A peça em formato de quebra-cabeça retratava o Estado de São Paulo e foi preenchida com a assinatura dos coordenadores e seus superintendentes.

Sensibilizado com a consagração, João Bico agradeceu ao presidente Alfredo Cotait Neto pela confiança ao indicá-lo para a coordenação e se comprometeu diante de todos os presentes a sempre continuar defendendo os interesses das Distritais da ACSP. “Eu nunca irei decepcioná-los “, finalizou.






Publicidade


Publicidade



Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade