Acontece no Estado

Workshop discute expansão dos produtos das Associações Comerciais pelo interior


Com a abertura de Alencar Burti (quarto, da dir. para a esq.), presidente da Facesp e da ACSP, participantes demonstraram o quanto produtos como ACCelular, ACCrédito e Certificado Digital podem facilitar o dia o dia dos empreendedores


  Por Redação Facesp 03 de Setembro de 2018 às 17:22

  | Das equipes de comunicação de entidades membros da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


De olho na tendência mundial que mostra que as empresas têm migrado seus planos individuais de telefonia para pacotes corporativos em busca de economia, a Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) vem investido na difusão do ACCelular pelo interior de São Paulo.  

O celular corporativo das Associações Comerciais foi um dos destaques do terceiro Workshop de Serviços Facesp, realizado no último dia 28 de agosto. Alencar Burti, presidente da Facesp e da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), foi quem deu as boas-vindas aos participantes na abertura do evento.

Além de ser mais econômico que os planos individuais, o celular corporativo permite que o empresário gerencie os gastos com transparência.  

A abrangência da Facesp, com suas mais de 400 associações espalhadas pelo interior paulista, tem se mostrado fundamental para fazer esse produto ser conhecido entre os empresários.

Segundo José Olival M.Almeida Junior, Assessor da Superintendência Geral da Facesp e Gestor do Produto ACCelular, até o ano passado o produto estava em sete cidades. Hoje, chegou a cerca de 40.

“Até o primeiro semestre de 2019 estaremos certamente em mais de 80 municípios”, disse Almeida Júnior.

Este ano, a Facesp se tornou acionista da Tempo Telecom, empresa que desenvolveu o ACCelular. Almeida Júnior ressaltou que esse produto “tem grande potencial para ajudar a as Associações Comerciais a conquistarem mais associados, gerando receita recorrente para as entidades regionais”. 

LEIA MAIS: Como as associações comerciais buscam erguer as vendas

Luís Miguel Mendes, fundador, acionista e CEO da Tempo Telecom, disse durante o workshop que a administradora do ACCcelular “foi o maior cliente da operadora Vivo em 2017”.

Mendes está por trás da parte técnica do ACCelular. Ele tem mais de 30 anos no ramo de telecom, atuou como ex-presidente do Conselho de Usuários da Anatel-Centro Oeste e foi Membro da Agência das Américas de Tecnologia e Tendências Mundiais (GSMA) entre outras.

INTEGRANTES DE ASSOCIAÇÕES COMERCIAIS DE TODO O
ESTADO PARTICIPARAM DO EVENTO, NA SEDE DA ACSP

A Associação Comercial e Industrial de Mogi Guaçu (ACIMG) foi apresentada como um case de sucesso para o ACCelular durante o workshop. Em menos de um ano, a entidade vendeu cerca de mil linhas do produto.

Adenilson Reis, superintendente da associação de Mogi Guaçu, e Alexandre Zanoni, executivo local de Produtos e Serviços, demonstraram no encontro quais foram as estratégias usadas.

O ACCelular é um serviço de telefonia móvel completo, com atendimento diferenciado e pacotes de vantagens que oferecem diversos benefícios para as empresas. Com o produto os associados pagam somente pelo tempo que realmente usam e, com isso, têm uma relevante redução nos custos, economizando, em média, 30% em sua conta.

O vídeo com a palestra do ACCelular apresentada durante o workshop será enviado para todas a associações comerciais.

CERTIFICADO DIGITAL

Também no terceiro encontro Workshop de Serviços Facesp, do qual participaram mais de 80 associações do interior, foram discutidos os procedimentos que deverão ser adotados pela Facesp e pela certificadora Certisign, enquanto aguardam o deferimento do credenciamento junto ao Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

Dando sequência no processo de credenciamento das associações comerciais como Autoridade de Registro (AR), foram tratados assuntos referentes aos procedimentos que deverão ser realizados posteriormente.

Entre eles, acesso a mercado, novas oportunidades e o plano de contingência estabelecido pela Facesp e a certificadora Certisign para as Associações Comerciais, enquanto aguardam o deferimento no credenciamento realizado junto ao Instituto Nacional de Tecnologia da Informação (ITI).

O Certificado Digital é outro produto das Associações Comerciais. Ele é a identidade digital da pessoa física e empresas no meio eletrônico, atribuindo validade jurídica às documentações. Com o certificado, são garantidas autenticidade, confidencialidade e integridade, assim como o não-repúdio nas operações.

Segundo Nelson Andujar de Oliveira, Coordenador Estadual de Projetos e Desenvolvimento de Filiadas, “a partir de outubro deste ano, a Facesp se tornará a maior rede de emissão de certificados digitais vinculadas a Certisign”.

ACCRÉDITO

Outro produto das associações comerciais debatido no workshop foi o ACCredito, um sistema eletrônico de gestão de benefícios que traz soluções para empresas de todos os portes.

ATÉ O FINAL DE 2018, PRODUTOS COMO O
ACCELULAR DEVEM CHEGAR A 80 MUNICÍPIOS

Por meio de um cartão, é possível ter acesso a produtos da cesta básica até material escolar.

No evento, Giovanni Guerra, Diretor da ACCredito S/A, atualizou os gestores das associações presentes quanto ao novo portfólio de produtos e a estratégia para a fase de expansão do produto. A ACCredito tem a Facesp como acionista.

PROGRAMA DE ESTÁGIOS E CERTIFICADO DE ORIGEM

O workshop debateu ainda o Programa de estágio da Facesp, promovido pela empresa INTAL-Instituto de Talentos, além do Programa Aprendiz para jovens de 14 a 24 anos, e o Programa de Inclusão PCD, para pessoas com deficiência física, auditiva, visual ou intelectual.

“Por meio do workshop foi possível mostrar para as associações comerciais que a inserção de jovens no mercado de trabalho gera uma grande participação das entidades no desenvolvimento econômico e social do município”, disse Marcelo Nunes da Silva, Coordenador Estadual Administrativo de Projetos, Desenvolvimento de Filiadas

Nunes da Silva também apresentou para as regiões administrativas da Facesp o potencial das empresas exportadoras do interior e destacou a importância da parceria com a equipe de Comércio Exterior da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

Dentro desse tema, foi discutida a relevância do Certificado de Origem, que atesta a procedência da mercadoria do país exportador, bem como especifica as normas de origem negociadas nos acordos comerciais entre o Brasil e seus parceiros no exterior.

O principal benefício desse certificado é a redução ou a isenção do imposto de importação para seus clientes no exterior. Dessa forma, as empresas exportadoras são beneficiadas, gerando ganhos em competitividade no preço final do produto.

FOTOS: Divulgação Facesp