Acontece no Estado

Sorocabanos usam 13º para renegociar dívidas


A campanha Recupere Seu Crédito, da Associação Comercial de Sorocaba, atraiu 3 mil pessoas no último fim de semana


  Por FACESP 07 de Dezembro de 2015 às 00:00

  | Informações da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


Até o dia 30 de dezembro, a 6ª edição da campanha Recupere seu Crédito, da ACSO (Associação Comercial de Sorocaba), irá permitir aos consumidores negociarem as suas dívidas diretamente com os credores. 

Nos últimos dias 03, 04, e 05/12, 3 mil pessoas foram até a praça Coronel Fernando Prestes, no centro da cidade, em busca de condições de pagamentos mais favoráveis com a Caixa Econômica Federal, Finamax, Sorocred, Prefeitura Municipal (Dívida Ativa), Banco do Brasil, Espaço Empreendedor - Banco do Povo, Jornal Cruzeiro do Sul e Santander, e o PAT (Posto Atendimento ao Trabalhador). Além disso, havia plantão de orientação jurídica, e financeira para quem se interessasse.   

Outras 800 empresas associadas ao SRC (Serviço de Recuperação de Crédito), da ACSO, também participam da campanha, de acordo com Mariana Camargo, 27 anos, supervisora de marketing da ACSO. 
“Ainda não temos o número tabulado, mas o nível de resoluções foi muito alto, e superou 2014, quando chegamos a 93%”, diz. “Esse ano, as pessoas estavam mais engajadas em quitar as dívidas, e não apenas interessadas em consultas.”  

Quem não passou pela tenda de atendimento tem até o próximo dia 30 para ir até a sede da ACSO em busca de uma condição diferenciada, com redução de juros, novo acordo de número de parcelas, e outras facilidades. 

Nos últimos cinco anos, a campanha foi responsável pela renegociação de 8 milhões de dívidas, que representam 22 mil famílias. Em 2014, o desemprego foi o motivo da inadimplência de 38% de quem participou do Feirão. Este ano, mesmo sem um número fechado, Mariana já adianta que o principal motivo do endividamento é o descontrole nos gastos. 

DÍVIDAS

Para José Alberto Cépil, presidente da ACSO, o Recupere seu Crédito é uma excelente oportunidade para o consumidor regularizar as contas, limpar o nome e voltar a ter acesso facilitado ao crédito, principalmente, para as compras de fim de ano. 

“Faltando menos de um mês para o Natal, muitas pessoas querem reorganizar as finanças pessoais, usando muitas vezes o 13º salário para quitar dívidas pendentes e, com isso, começar o ano novo com as contas em dia”, diz Cépil. 

A expectativa é que a primeira parcela do 13º salário, paga no último dia 30/11, seja o principal trunfo dos consumidores para quitarem as suas dívidas. De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa Esamc Junior, 63,6% dos sorocabanos endividados pretendem usar o benefício para quitar as suas dívidas. 

“O 13º vai ajudar os consumidores. Com dinheiro na mão, certamente conseguirão descontos vantajosos durante a campanha”, afirma Cépil.