Acontece no Estado

Governo de SP anuncia plano para recompor economia no pós-coronavírus


O vice-governador Rodrigo Garcia (foto) informou que parte do plano envolve a criação de um fórum com representantes do comércio


  Por Cleber Lazo  10 de Abril de 2020 às 13:16

  | Repórter Facesp cleber.lazo@facesp.com.br


Rodrigo Garcia, vice-governador do Estado de São Paulo, anunciou a criação do Plano de Resposta e Recuperação Econômica, que analisará ações a serem implantadas no setor econômico estadual no período pós-crise do coronavírus.

A iniciativa foi apresentada durante reunião, por meio de videoconferência, com dirigentes da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), entre outras entidades de classe, realizada na tarde desta quinta-feira, 09/04.

A apresentação deste plano era uma das reinvindicações do presidente da Facesp e da ACSP, Alfredo Cotait Neto, que cobrava do governo paulista um “planejamento de saída” para os impactos econômicos gerados pela pandemia.

Garcia informou que o Plano conta com a criação de um Fórum de Representação do Comércio. Facesp, ACSP e Associações Comerciais, além de outras entidades representativas da classe produtiva de São Paulo, irão integrar os grupos de trabalho.

Elas atuarão em parceria com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e a Desenvolve SP - Agência de Desenvolvimento Paulista -, com o apoio de consultorias contratadas pelo governo.

“A criação do Plano e do Fórum demostra que o governo começa a pensar no pós-crise e atende a uma reivindicação dos empreendedores paulistas e paulistanos”, avaliou Cotait. “Os instrumentos podem ser canais de diálogo direto dos comerciantes, prestadores de serviços e das MPEs (micro e pequenas empresas) com o governo. No entanto, essa conversa precisa ocorrer de forma clara e constante”, ressaltou.

Garcia e a secretária estadual de Desenvolvimento Econômico, Patricia Ellen, adiantaram que o Plano será “colaborativo e transparente”. A criação de fóruns regionais para a retomada da economia em cidades do Interior, Litoral e Grande São Paulo será um dos temas a ser discutido. Associações Comerciais do Interior do Estado terão papeis importantes nestes grupos regionalizados.

“O governo estadual traçou um plano que prevê respostas para a retomada e para a sustentação do setor produtivo no pós-crise”, disse Patricia. “Já foram mais de 100 reuniões com diferentes setores, para que tenhamos respostas para a recuperação, a retomada e a sustentação da economia”, explicou.

Outras demandas apresentadas por Cotait e as demais entidades, como a necessidade de redução de juros dos empréstimos oferecidos pelo Desenvolve SP e a desburocratização do acesso ao crédito, também serão atendidas.

O presidente da Desenvolve SP, Nelson de Souza, adiantou que o órgão já tem um estudo em andamento para a redução dos juros, que atualmente está em 1,2% ao mês.

Souza revelou que avalia a “excepcionalidade na oferta de empréstimos”, se referindo a análise para uma possível diminuição das exigências feitas aos empreendedores.

POSTERGAÇÃO DE IMPOSTOS

Cotait voltou a cobrar a postergação e o parcelamento de impostos, principalmente o ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

“Além do indeferimento dos tributos, precisamos que o governo estadual flexibilize a abertura do comércio, de forma paulatina, regionalizada e com o mínimo de previsibilidade, para que o empreendedor não seja pego de surpresa e possa minimamente se preparar”, afirmou. “

Na segunda-feira, 13/04, Cotait apresentará os detalhes da reunião com o vice-governador às 16h30, no #TamoJuntoSP, o canal do Empreendedor de São Paulo, transmitido ao vivo pelo YouTube do Diário do Comércio.

Participaram da videoconferência, e da elaboração do documento com sugestões que foi encaminhado ao governador João Doria, as seguintes entidades: ALSHOP - Associação Brasileira de Lojistas de Shopping, ABRASCE - Associação Brasileira de Shopping Center, AFRAC - Associação Brasileira de Automação para o Comércio, ABRASEL - Associação Brasileira de Bares e Restaurantes e SESCON - Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo, além de vice-presidentes das Regiões Administrativas (RAs) da Facesp.

 

IMAGEM: divulgação





Publicidade






Publicidade





Publicidade