Acontece no Estado

Frio deve ajudar nas vendas, diz Acim


Vendas no comércio de Marília para o Dia dos Namorados devem melhorar com o frio, acredita a Acim


  Por Redação Facesp 07 de Junho de 2016 às 00:00

  | Das equipes de comunicação de entidades membros da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


O presidente da Associação Comercial e Industrial (ACI) de Marília, Libânio Victor Nunes de Oliveira, está animado com o frio em desenvolvimento na região. Segundo ele isto deve ajudar nas vendas relacionadas ao Dia dos Namorados, celebrado anualmente no dia 12 de Junho, que este ano será no segundo domingo deste mês. “O segmento de vestuário pode ter um bom desempenho caso as temperaturas fiquem baixas, impulsionando as vendas de itens da moda outono-inverno”, comentou o dirigente mariliense animado com mais este fato positivo para as vendas do mês. “Apesar das dificuldades que vivemos, com incertezas políticas, sociais, econômicas e morais, temos motivo para acreditar em melhoria”, defendeu o presidente da associação comercial local. 

De acordo o dirigente da Acim, o Dia dos Namorados é o quinto melhor momento para as vendas, “mas muito voltada para os presentes de menor valor, comprados à vista”, disse Libânio Victor Nunes de Oliveira ao lembrar do Natal (Dezembro), Dias das Mães (Maio), Dia dos Pais (Agosto) e Dia das Crianças (Outubro), e apontar produtos como: bijuterias, sapatos, cosméticos, perfumes, bolsas, adereços e roupas, entre outros, que serão os produtos de maior popularidade nesta data. “Sem contar que o valor de investimento é bem menor do que em outras datas”, acrescentou.

Um ponto lembrado pelo dirigente da associação comercial é quanto a queda dos salários combinada com a escassez e encarecimento de crédito, que contribuem para a preferência pelos itens de menor valor, pagos à vista, em detrimento dos produtos parcelados. “Sem contar as vendas com os cartões de crédito, débito e benefícios, que são recursos utilizados sempre, porém, desta vez, com valores menores e parcelas alongadas”, completou ao sugerir cautela em todos os momentos, principalmente quanto a inadimplência que neste momento que atravessa o comércio em geral, é pior das situações. “Vender e não receber, é muito prejuízo”, apontou ao lembrar que ao acontecer este fato o comerciante fica sem o produto, sem o dinheiro e ainda tem que pagar impostos e comissões sobre as vendas que não receberá. 

A sugestão do dirigente é para que o comerciante em geral utilize bastante o fator preço para atrair a atenção do consumidor e ser criativo no marketing, principalmente utilizando a campanha promocional da Acim para o Dia dos Namorados, com a distribuição de cupons para sorteio de prêmios. “A campanha promocional da Acim tem este objetivo: estimular as vendas”, lembrou Libânio Victor Nunes de Oliveira. “O conceito de namorado é muito elástico hoje em dia, indo desde os “ficantes” até os casados, passando por várias outras formas de relacionamento”, recordou ao arriscar um palpite. “Portanto, o atendimento tem que ser cuidadoso também”, disse ao acreditar num bom volume de vendas neste período do ano, quando a Acim realiza uma campanha com sorteio de 11 prêmios, no dia 30 de junho, envolvendo as vendas do Dia das Mães e Dia dos Namorados. “Quem comprar nas lojas envolvidas na campanha, tem direito a preencher um cupom a cada R$ 50,00 em compras”, lembrou o presidente da associação comercial.