Acontece no Estado

Facesp terá cursos de capacitação para mulheres empreendedoras


Parceria entre a entidade e a Rede Mulher Empreendedora (RME) tem como meta capacitar 135 mil empresárias


  Por Cleber Lazo  08 de Setembro de 2020 às 17:26

  | Repórter Facesp cleber.lazo@facesp.com.br


Com o objetivo de desenvolver e capacitar as mulheres, o Conselho da Mulher Empreendedora e da Cultura (CMEC) da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp), o Instituto Rede Mulher Empreendedora (Instituto RME) e a Rede Mulher Empreendedora (RME) fecharam uma parceria. 

ANA FONTES, DA RME: MULHERES PRECISAM
CONQUISTAR O PRÓPRIO NEGÓCIO

Um Termo de Cooperação foi assinado entre a presidente do CMEC, Ana Claudia Badra Cotait, e a presidente fundadora da RME, Ana Fontes. 

A parceria terá início com o apoio do CMEC na divulgação do “Programa Ela Pode”, uma iniciativa do Instituto Rede Mulher Empreendedora, com apoio do Google, que tem como meta capacitar 135 mil mulheres, garantindo independência financeira e poder de decisão sobre os negócios e a vida.

Nos cursos e capacitações são abordados temas importantes para os desafios mais

ANA BADRA, DO CMEC: COOPERAÇÃO PARA A
FORMAÇÃO DE EMPRESÁRIAS

comuns na área do empreendedorismo e da empregabilidade, como comunicação, liderança, negociação, finanças, rede de contatos, marca pessoal e ferramentas digitais.

Os cursos, on-line e gratuitos, poderão ser oferecidos pela rede de Associações Comerciais da Facesp.

A experiência em grandes corporações fez a presidente do RME, Ana Fontes, descobrir um propósito: auxiliar outras mulheres a conquistar autonomia com um negócio próprio. “Nos tornamos empreendedoras para dar nossa parcela de contribuição e melhorar o mundo”, disse.

“Vamos ter uma mútua e ampla colaboração, promovendo o intercâmbio de informações, a cooperação institucional e ações para o fomento e o desenvolvimento de empresárias que estão à frente de micro e pequenos negócios ou que desejam concretizar o sonho de ter um negócio próprio”, afirmou Ana Claudia.

“Vamos colocar a nossa rede à disposição destas empreendedoras que querem iniciar ou estruturar uma carreira. As equipes técnicas de ambas entidades se reunirão para promover o planejamento e divulgação das atividades. Em breve passaremos maiores informações. Teremos cursos, palestras com as voluntárias tanto do nosso Conselho quanto da RME, e eventos que as auxiliarão neste processo”, adiantou Ana Claudia.

 

IMAGEM: Pixabay





Publicidade






Publicidade





Publicidade