Acontece no Estado

Facesp tem planos para fortalecer Associações Comerciais menores


A proposta pretende dar a essas entidades condições econômicas e estruturais para crescerem. Segundo Natanael Miranda (foto), superintendente-geral da Facesp, a federação vai oferecer os subsídios necessários para esse desenvolvimento


  Por Redação Facesp 07 de Janeiro de 2020 às 16:00

  | Das equipes de comunicação de entidades membros da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) vai realizar uma série de convenções regionais ao longo deste ano. Os eventos, que contarão com palestras e ações de fomento e estímulo ao desenvolvimento da entidade, fazem parte do Plano de Fortalecimento (Pfor) da Rede Facesp, que será implantado em 2020.

O Pfor vai oferecer condições econômicas e estruturais para que as Associações Comerciais menores possam crescer e se desenvolver. E as convenções passam a ter um papel importante neste processo de ampliação da competitividade.

Os encontros terão como objetivo auxiliar os gestores das Associações Comerciais na busca constante por um melhor desempenho nos serviços e nos produtos da rede Facesp, assim como na defesa institucional das bandeiras dos associados.

As Associações Comerciais que serão atendidas nesta primeira etapa do Pfor estão distribuídas por todo o Estado. Cinco macrorregiões, que comtemplam as 20 Regiões Administrativas (RAs) da Facesp, foram criadas. Nesta fase inicial do Plano, cada macrorregião receberá uma convenção.

O superintendente-geral da Facesp, Natanael Miranda dos Anjos, explica que a participação das Associações nas convenções será uma das contrapartidas exigidas pelo Pfor. “A Facesp vai oferecer os subsídios necessários para que a Associação Comercial de menor porte tenha total condições de se desenvolver, por isso, a presença nestes encontros se faz extremamente necessária”, afirmou.

As outras contrapartidas para participar do Pfor são: preenchimento da ferramenta de gestão PDO (Programa de Desenvolvimento Organizacional); estar adimplente com a Facesp e com a Boa Vista SCPC, e utilizar serviços da Boa Vista SCPC.

Duzentas e quarenta e cinco Associações Comerciais, de um total de 400 entidades, são consideradas pequenas e, assim, poderão ser beneficiadas.

PLANO

O Plano de Fortalecimento será apresentado por completo ainda neste primeiro trimestre do ano. Uma prévia já foi exibida aos vice-presidentes das Regiões Administrativas da Facesp.

O projeto é elaborado pelo superintendente-geral da Facesp, com a participação de uma comissão formada para acompanhar esta fase inicial de implantação.

Integram o grupo de desenvolvimento e aplicação do Pfor: o presidente da Facesp, Alfredo Cotait Neto; o deputado federal e vice-presidente da Federação, Marco Bertaiolli; os VPs João Carlos Cheade - RA 19 Franca; Francisco Carlos Júlio Pinghera - RA 11 Ribeirão Preto; Antonio Carlos Parise - RA 14 São José do Rio Preto; e Ricardo Anderson Ribeiro - RA 17 Presidente Prudente, além do superintendente-geral.

 

IMAGEM: divulgação Facesp