Acontece no Estado

Em Franca, vendas para o Dia dos Pais devem crescer 0,85%


Roupas e calçados devem ser os presentes mais procurados, com valor médio de R$ 150


  Por Redação Facesp 05 de Agosto de 2016 às 00:00

  | Das equipes de comunicação de entidades membros da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


Na contramão dos dados nacionais - que apontam uma retração nas vendas de 9% - uma pesquisa realizada pela ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca) prevê aumento de 0,85% neste Dia dos Pais em Franca, comemorado no próximo dia 14.

Os segmentos que mais apostam no aumento do faturamento são os de roupas (16,5%), de calçados (12,33%) e de joias/relógios (10%). Já o valor do ticket médio aumentou em relação ao Dia das Mães e Namorados, passando de R$ 50 a 100 para R$ 150.

De acordo com a pesquisa, mesmo com o cenário econômico desfavorável, metade dos empresários entrevistados estão otimistas com a data. “Os números são baixos, mas o importante é que são positivos. Apesar do aumento do desemprego e da queda de confiança dos consumidores, a cidade reage contra a crise que o país vive”, diz o diretor executivo da ACIF Marcelo Carraro Rocha.

A fim de fomentar as vendas, a edição “Seu pai merece um grande prêmio” vai sortear no próximo dia 20 um carro UP! para o consumidor que comprar em uma das 600 lojas associadas participantes da campanha “Grande Prêmio ACIF”.

A pesquisa foi realizada entre os dias 25 de julho a 4 de agosto, com 60 empresas associadas dos seguintes segmentos: Magazines, Joias e Relógios, Perfumarias, Óticas, Calçados e Vestuário.

Horário do comércio

De acordo com negociação entre o Sindicato dos Empregados no Comércio de Franca e o Sindicato do Comércio Varejista de Franca, as lojas associadas à ACIF funcionarão em horário especial na véspera e antevéspera do Dia dos Pais. Na sexta-feira, dia 12, o comércio permanece aberto das 9h às 20h. No sábado, dia 13, as lojas abrem das 9h às 18 horas.

Segundo a pesquisa, 47% dos lojistas acreditam que vão vender mais no sábado, já que muitas pessoas acabam deixando suas compras para a última hora.