Acontece no Estado

Conselho Nacional de Educação aprova EAD para Faculdade do Comércio


Para que a instituição possa oferecer cursos a distância falta agora a autorização do Ministério da Educação


  Por Cleber Lazo  19 de Abril de 2021 às 15:52

  | Repórter Facesp cleber.lazo@facesp.com.br


O Conselho Nacional de Educação (CNE), do Ministério da Educação (MEC), aprovou o credenciamento da Faculdade do Comércio de São Paulo (FAC-SP) para a oferta de cursos superiores na modalidade Ensino a Distância (EAD).

Esta é penúltima etapa para que as Associações Comerciais possam ter polos EAD da FAC. Agora, resta apenas o credenciamento pelo Ministro da Educação, Milton Ribeiro.

O parecer favorável do CNE ocorreu na reunião ordinária de abril, realizada no último dia 13, e teve como relator o conselheiro Sergio Bruni, membro da Câmara de Educação Superior (CES).

Cinco cursos a distância estão à espera desta homologação: Graduação em Administração de Empresas; Tecnologia em Gestão Logística; Tecnologia em Gestão Comercial; Tecnologia em Recursos Humanos e Sistemas para Internet.

Quarenta e cinco Associações Comerciais, da rede da Facesp, já manifestaram interesse em ser polos da Faculdade. A entidade que quiser mais informações sobre como ser um polo pode entrar em contato pelo e-mail rodrigo@facsp.com.br.

As Associações Comerciais terão um repasse de 50% das receitas auferidas com os alunos matriculados.

O pedido de credenciamento, tanto do EAD quanto da modalidade presencial, foi feito em 2018. Doze comissões e 36 avaliadores do MEC analisaram as solicitações da FAC. Os cursos presenciais, oferecidos na capital de São Paulo, foram aprovados em dezembro de 2019, com notas máximas.

A Faculdade do Comércio faz parte da rede das Associações Comerciais do estado de São Paulo. “A FAC tem a missão de capacitar, atualizar e tornar o comércio e os empreendedores mais competitivos”, diz Alfredo Cotait Neto, presidente da Facesp.

Todo trâmite de aprovação da EAD no MEC tem sido acompanhado de perto pela Facesp e pelo deputado federal e vice-presidente da Federação, Marco Bertaiolli. “A Faculdade estará fisicamente na capital de São Paulo, mas a sala de aula permanecerá na cidade do empreendedor, vizinha a sua casa ou ao seu negócio e no alcance de um clique no celular e no computador”, afirmou o deputado.

 

IMAGEM: Pixabay






Publicidade


Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade



Publicidade




Publicidade