Acontece no Estado

Acipi cria espaço para formalizar o Microempreendedor Individual


Além de auxiliar no cadastramento do Mei, no local também será oferecido, gratuitamente, assistência jurídica, cursos, entre outros serviços


  Por Redação Facesp 29 de Junho de 2018 às 08:08

  | Das equipes de comunicação de entidades membros da Federação das Associações Comerciais do Estado de S.Paulo


A Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (Acipi) inaugurou nesta sexta-feira, 29/6, um espaço dedicado ao atendimento do Microempreendedor Individual (Mei).

No local serão oferecidos, gratuitamente, orientação, acompanhamento de todo o processo de formalização e abertura de empresas, suporte jurídico, cursos, palestras, entre outros serviços ao microempreendedor.

O atendimento no novo espaço ocorrerá das 8h30 às 16h30, de segunda a sexta-feira e complementa o serviço já ofertado pela prefeitura, na Secretaria Municipal de Trabalho e Renda (Semtre).

LEIA MAIS: Adesão ao Refis se estende até 9 de julho

O prefeito Barjas Negri enalteceu a iniciativa da associação e destacou que o novo espaço “cria apoio profissional” para o trabalho já realizado pela prefeitura.

“Esse segmento do Mei está crescendo bastante. Temos cadastrados na cidade cerca de 15 mil. Eles precisam de orientação, de profissionalização, precisam ser estimulados porque o microempreendedor de hoje pode ser o pequeno e médio empresário de amanhã e a estrutura e experiência da Acipi poderão estimular isso”, disse Negri.

Para o delegado adjunto da Receita Federal, Vitório Brunheroto, iniciativas como esta auxiliam também o trabalho da Receita.

“Essa ajuda da Acipi em orientar o contribuinte, quer na parte de assessoria jurídica, de abertura de empresa ou de treinamentos, vai fazer com que ele não vá à Receita e com isso não impacte o atendimento. Faz com que a Receita fique mais na retaguarda, para tirar as dúvidas mais difíceis de resolver”, disse.

O gerente do Sebrae SP Piracicaba, Jardel Busarello, citou ainda que o espaço Mei vem de encontro ao estímulo ao empreendedorismo. “Facilita e desburocratiza a vida do empreendedor”, afirmou.

O QUE É O MEI – O Microempreendedor Individual é o trabalhador independente, formalizado e com faturamento anual de até R$ 81 mil. Como Mei, é possível ter uma ocupação principal e até outras 15 secundárias, disponíveis para consulta na tabela CNAE (Classificação Nacional de Atividades Econômicas).

O QUE É NECESSÁRIO PARA SER MEI - Para formalizar-se é necessário apresentar os seguintes documentos: RG; CPF; Comprovante de endereço residencial ou comercial, caso seja estabelecimento comercial; carnê do IPTU do imóvel onde será registrado o Mei; último recibo de Imposto de Renda e Título de eleitor.

O empreendedor não paga nada para se formalizar. Ele apenas recolhe, mensalmente tributo de acordo com o ramo de atividade em que atua. O valor varia de R$ 47,70 a R$ 53,70.

SERVIÇO:

Espaço MEI na Acipi

Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 16h30.

Outras informações: 3417-1766, ramais 707 e 708, ou atendimentomei@acipi.com.br

 

IMAGEM: Acipi/divulgação