São Paulo, 23 de Maio de 2017

Essa modalidade de crédito, prevista pela Caixa, terá 48 meses de prazo para pagamento e taxas de até 3,5% ao mês

comentários

Para Marcel Solimeo, diretor do Instituto de Economia da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), novas regras podem, inclusive, favorecer o consumidor

comentários

Para quem não tem dívidas, especialistas mostram que deixar a declaração para o final do prazo pode ser vantajoso, pois o valor é corrigido pela Selic

comentários

A partir de agora, o consumidor que entrar nessa modalidade será migrado automaticamente pelo banco para uma linha de crédito pessoal, que tem juros menores

comentários

Mercado trabalha com a expectativa de que a diferença de incidência de juros na dívida chegue a 11,6% em 90 dias e a 49,1% em um ano

comentários

Dados da Boa Vista SCPC mostram que, tanto na comparação mensal, quanto na anual, houve queda no número de pessoas com dívidas atrasadas

comentários

Taxa de Longo Prazo será composta pela variação do IPCA e por taxa de juros real prefixada mensalmente, para contratos firmados a partir de janeiro de 2018

comentários

Em Diário do Comércio Entrevista, Jorge Vargas Neto, fundador da Biva, explica o que são as fintechs e avalia seu impacto no mercado financeiro por aqui e nos Estados Unidos

comentários

Para Alencar Burti, presidente da ACSP, ao quitar as dívidas, o consumidor reabre condições de crédito e volta a comprar, reaquecendo a economia

comentários

O levantamento do Banco Central foi feito com instituições financeiras que respondem por mais de 90% do mercado de crédito no Brasil

comentários

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11