São Paulo, 28 de Abril de 2017

/ Vida e Estilo

Um em cada três brasileiros consome frutas e hortaliças
Imprimir

Os hábitos alimentares melhoraram no país, nos últimos oito anos, e a ingestão regular de refrigerantes e sucos artificiais caiu de 30% para 16% dos entrevistados, de acordo com a Vigitel

O consumo regular de frutas e hortaliças aumentou no país nos últimos oito anos, passando de 33% em 2008 para 35,2% em 2016, de acordo com os dados divulgados nesta segunda-feira (17/04) pelo Ministério da Saúde.

Ainda assim, apenas um em cada três adultos brasileiros consome esse tipo de alimento em pelo menos cinco dos sete dias da semana.

A pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) revela ainda que os hábitos, nesse caso, são melhores entre as mulheres – o consumo regular de frutas e hortaliças no grupo passou de 38,6% para 40,7% no período – do que entre homens, cujos percentuais passaram de 26,4% para 28,8%.

FEIJÃO

Ainda de acordo com o estudo, o consumo regular de feijão entre os brasileiros caiu nos últimos quatro anos, passando de 67,5% em 2012 para 61,3% em 2016. Entre os homens, o índice passou de 74,2% para 67,9% no período e, entre as mulheres, de 61,7% para 55,7%.

LEIA MAIS: Cresce a produção de alimentos sem glúten, lactose, açúcar e conservantes

BEBIDAS ARTIFICIAIS 

O consumo regular de refrigerantes e sucos artificiais também caiu entre a população brasileira nos últimos nove anos, passando de 30,9% em 2007 para 16,5% em 2016. Entre os homens, o índice passou de 35,7% para 19,6% no período e, entre as mulheres, de 26,9% para 13,9%.

ATIVIDADE FÍSICA 

O levantamento também aponta que a prática de atividades físicas no tempo livre do brasileiro aumentou nos últimos sete anos. Em 2009, o indicador era de 30,3% e, em 2016, de 37,6%. A prevalência, de acordo com o ministério, diminui com a idade, sendo mais frequente entre jovens de 18 a 24 anos (52%) e menos frequente entre pessoas com 65 anos ou mais (22%).

*FOTO: Thinsktock



Feira da Saúde oferecerá exames, diagnósticos e orientações nesta sexta (07/04), no Pátio do Colégio, no centro da capital paulista

comentários

Com o aumento das temperaturas, os cuidados com a saúde devem ser redobrados, de acordo com a SBACV

comentários

Pouca competência na área da comunicação leva à proliferação de versões inverídicas sobre os efeitos da PEC 241, que congela os gastos públicos para tapar o rombo fiscal

comentários