São Paulo, 26 de Abril de 2017

/ Vida e Estilo

Se não dá para melhorar, vamos rir com a economia
Imprimir

Para compensar o gosto meio amargo previsto para 2017, vamos comemorar a entrada do ano com um toque de humor. Na companhia de Millôr Fenandes, Delfim Netto e frasistas que nunca perderam uma piada

Economistas e assuntos econômicos são um prato feito para os humoristas profissionais ou não.

Nem os próprios economistas, como Delfim Netto, Gustavo Loyola e John Knneth Galbraith, resistem. A linguagem hermética, a mão pesada do governo e a fama dos economistas de predizer o passado funcionam como piada pronta para este time de gozadores. 

Conversa de peru: "Meu consultor financeiro me recomendou investir em papéis de curto prazo"

SOBRE ECONOMIA E ECONOMISTAS

"A economia compreende todas as atividades do país, mas nenhuma atividade do país compreende a economia." Millor Fernandes

“A economia é extremamente útil como forma de emprego para os economistas." John Kenneth Galbraith, economista 

“Em economia, é fácil explicar o passado. Mais fácil ainda é predizer o futuro. Difícil é entender o presente.” Joelmir Beting, jornalista 

 “Estaria disposto a entender a economia se me convencessem de que alguém entende.” Luis Fernando Veríssimo, escritor

“Me arrancam tudo à força e depois me chamam de contribuinte.” Millôr Fernandes

 “A visão do governo sobre a economia poderia ser resumida em poucas frases curtas: 'Se ela se movimenta, taxe-a. Se ela continua se movimentando, regule-a. E se ela para de se mover, subsidie-a.”  Ronald Reagan, ator e ex-presidente dos EUA

 “Se isso tudo não for um pesadelo, esse país vai mal.” Millôr Fernandes, sobre uma das repetidas crises do país

"A prosperidade de alguns homens públicos do Brasil é uma prova evidente de que eles vêm lutando pelo progresso do nosso subdesenvolvimento." Stanislaw Ponte Preta, escritor e humorista

"O dinheiro não dá felicidade, mas paga tudo o que ela gasta.” Millôr Fernandes 

Frases de Delfim Netto no livro O Homem Mais Realista do Brasil** 

“Deus foi muito duro com os economistas, porque, na economia, o átomo pensa, fala e reage.”

“Toda estatística, quando bem torturada, confessa qualquer coisa.”

“Se o governo comprar um circo, o anão começa a crescer.”

“O que me assusta, ao voar de avião, é imaginar que tudo que está dentro dele foi colocado pelas empresas que ofereceram o menor preço.”

“Não tem nada tão mais fora de moda que pacote econômico.”

“Deixemos de tentar saber se há gasolina no tanque iluminando-o com um fósforo aceso.”

“Quem não estiver confuso está mal informado.”

"A mulher de antigamente usava sabão de coco, agora usa Dove. Só um economista maluco acha que vai conseguir fazê-la voltar a usar sabão de coco aumentando a taxa de juros.”

“Max Planck dizia: ‘A física quântica ninguém sabe o que é, mas funciona.’ Eu digo: a economia todo mundo sabe o que é, mas não funciona.”

“As consequências sempre chegam tarde.”

“O problema de todo governo é se recusar a admitir desequilíbrios, mas sempre prometer corrigi-los.”

“A sociedade investe na formação de economistas para que eles ajudem a afastar as restrições ao desenvolvimento e não para que as aceitem como fatos da natureza. Para dizer que não tem jeito, não precisamos de economistas.”

“Os economistas brasileiros pensam que a poupança é um estoque produzido pelo Espírito Santo.” 

"Time, quero apresentar o Sr. Mandrake, conhecido como o mágico das vendas"

Frases do livro A Antologia da Maldade*

“O papel do Banco Central é tirar o barril de chope de cena quando a festa está começando.” Paul Volcker, ex-presidente do Federal Reserve (FED)

“O BC nunca sabe porque está batendo nos bancos, mas os bancos sabem porque estão apanhando.” Gustavo Loyola, ex-presidente do Banco Central, parodiando Nelson Rodrigues 

"Este sujeito sabe onde encontrar fonte de receita"

“Estudos econômicos recomendam que o melhor momento para comprar alguma coisa é o ano passado.” Marty Allen, comediante americano

“Tente comprar ações de companhias tão maravilhosas que até um idiota pode administrar. Isso porque, mais cedo ou mais tarde, um deles vai fazê-lo.” Warren Buffet, megainvestidor americano. 

*Organizado pelos economistas Gustavo Franco e Fabio Giambiagi (Editora Zahar)
**Organizado por Aristóteles Drummond (Editora Resistência Cultural) 

Imagens:ThinkStock



A piora no índice se deve à percepção negativa sobre o cenário atual dos negócios. Mesmo assim, o indicador permanece acima de 50 pontos, o que sinaliza otimismo

comentários

Segundo o economista Hélio Zylberstajn, da Fipe, o emprego será o último a se recuperar. A boa notícia é que os reajustes salariais estão acima da inflação

comentários

Para o Ibre/FGV, melhora de índices aponta inversão próxima do quadro recessivo, ainda que de forma gradual

comentários