São Paulo, 03 de Dezembro de 2016

/ Vida e Estilo

As 30 empreendedoras mais ricas dos Estados Unidos, segundo a Forbes
Imprimir

Essas personalidades foram escolhidas por terem empreendido no mundo dos negócios ou dentro da própria carreira, mas com um diferencial – cresceram por mérito próprio

Self made, sejam homens ou mulheres, são aquelas pessoas que cresceram profissionalmente sem um empurrãozinho da família ou de algum padrinho poderoso. Trata-se daqueles que empreenderam no universo dos novos negócios ou na própria carreira e avançaram por méritos próprios.

A apresentadora Oprah Winfrey ou a COO do Facebook Sheryl Sandberg são exemplos das chamadas self made women e, além de trajetória de sucesso, elas têm algo em comum: são bilionárias. Seguindo sua tradição de listas dos ricaços de todo o mundo, a revista Forbes de junho listou as mulheres mais ricas dos Estados Unidos que cresceram profissionalmente – e financeiramente – sem precisar do suporte de ninguém. 

Veja, na galeria acima, quem são as 30 self made women mais ricas dos Estados Unidos.



Ontem como hoje: crescimento econômico na última década não se refletiu em mais igualdade no mercado de trabalho. Com ou sem crise, as mulheres brasileiras continuam trabalhando mais –cinco horas a mais, em média – e ganhando menos

comentários

Apenas 24% avaliaram como satisfatório o tratamento de gênero na sua empresa, aponta pesquisa feita pela Câmara Americana de Comércio

comentários

Estudo da McKinsey confirma que as profissionais enfrentam um ambiente de trabalho esquematizado em favor dos homens e um caminho muito mais íngreme para a liderança

comentários