Vida e Estilo

ACSP promove exposição no Shopping Butantã


A mostra pode ser conferida das 12h às 20h até o dia 31 com entrada franca


  Por Redação DC 26 de Agosto de 2017 às 11:05

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Mostrar e homenagear a capital paulista a partir de olhares múltiplos, de artistas de diferentes idades, estilos e técnicas. Este é o mote da exposição “São Paulo Nossa Cidade”, opção de visita neste fim de semana no Butantã Shopping.  

Organizada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) por meio de sua Distrital Sudoeste em parceria com a Vellosa & Dantas Studio de Arte, a mostra pode ser conferida das 12h às 20h próxima à loja 79, piso térreo, e faz parte da 3ª Jornada Cultural da distrital.

A primeira edição, em 2015, teve como tema a Amazônia e a segunda, em 2016, foi voltada para as Olimpíadas. Neste ano, o tema é a cidade de São Paulo.

A exposição “São Paulo Nossa Cidade” foi aberta na noite da última segunda-feira (21/8) e vai até dia 31/8, com entrada gratuita.

DOS 18 AOS 90 ANOS 

Com estilo próprio, técnicas originais, muita criatividade e sentimento, a exposição conta com trabalhos diversificados tanto nas técnicas quanto na idade dos participantes.

A obra “Estação da Luz”, feita com óleo sobre tela, por exemplo, foi produzida pelo artista Helmut Lewin, de 90 anos.

Já o quadro intitulado “Masp” foi produzido por Natalia de Paulo, que acaba de completar 18 anos. Ela trabalha com arte desde os 14 anos e já participou de quatro exposições. “Acho que herdei o dom de minha avó, que adora pintar”, contou. Para o trabalho exposto, a artista utilizou a técnica de pintura acrílico sobre tela.

Garoa

Durante a abertura da exposição “São Paulo Nossa Cidade”, dia 21/8, a noite fria e chuvosa parecia sintonizada com a terra da garoa.

Estavam presentes cerca de 200 pessoas entre artistas, convidados, representantes da diretoria executiva e do conselho diretor da Distrital Sudoeste e autoridades da região. Todos acompanharam a premiação dos artistas e depois apreciaram os trabalhos expostos.

“Escolhemos sempre temas específicos. Dessa vez a ideia foi a de valorizar a nossa cidade e incentivar a economia criativa, um trabalho criado pela nossa distrital que visa despertar o interesse do jovem e do adulto pela arte e cultura e, por meio dessa jornada, fazer o bem para a nossa cidade”, disse o diretor-superintendente da Distrital Sudoeste, Ricardo Granja.

Troféu

Granja entregou troféus aos artistas selecionados pela comissão julgadora. O troféu de menção honrosa foi para as artistas Cris Mason, pela obra intitulada “Metálica”, e para Suzana Gasparian, pela obra “São Paulo Ontem e Hoje”.

A artista Sandra Cavaca ficou em primeiro lugar pela escultura “Sampa (fragmentos)”. Ela recebeu o troféu Top Sudoeste, o maior da Distrital Sudoeste, que tem como símbolo a sede do Governo de São Paulo, localizada na região. “Não esperava, estou muito emocionada”, disse Sandra.

Ela contou que a intenção de sua obra é mostrar detalhes da cidade que enxergamos de longe, referindo-se aos prédios, juntando o museu do Masp, que é um símbolo da cidade. Ela levou apenas uma semana para produzir o trabalho, misturando bronze com argila cerâmica.

O segundo lugar ficou para Cynthia Castejón, pela obra “São Paulo”, feita com a técnica de pintura Acrílico Sobre Tela (AST). A criatividade, a composição e a técnica resultaram num trabalho limpo e harmonioso, segundo os jurados. “São Paulo é uma cidade com muita diversidade e foi isso que quis mostrar”, disse a artista, que é formada pela Faap e dedica-se exclusivamente à arte.

O terceiro lugar foi para Joaquim Procópio, pelo trabalho de fotografia “Ceasa (detalhe)”. Ele contou que não é fotógrafo profissional: trabalha como analista de sistemas, mas adora fotografar por hobby e captar imagens utilizando a emoção e a intuição. “Fiquei muito feliz pelo reconhecimento”, disse.

REEDIÇÃO 

A artista plástica e marchand Rita Vellosa explicou que a exposição “São Paulo Nossa Cidade” é uma reedição de evento no Masp em 2003 por ocasião dos 450 anos de fundação da cidade.

“Convidamos todos os artistas que participaram conosco da primeira mostra e muitos deles se inscreveram. A ideia foi reeditar o tema de forma mais modesta, com trabalhos de tamanhos padronizados em 60 x 60 e chegamos a uma mostra heterogênea”.

“Foi um trabalho de paixão pela arte. Tudo foi possível graças à união de forças da distrital com nossos apoiadores, patrocinadores e coordenadoras”, diz Granja.

Data de início: 21/08/2017
Data de término: 31/08/2017
Horário: 12:00h - 20h
Local: Butantã Shopping
Endereço: Av. Prof. Francisco Morato, 2718 - Butantã