São Paulo, 06 de Dezembro de 2016

/ Tecnologia

iPhone 6 e iPhone 6 plus chegaram ao Brasil
Imprimir

Os novos celulares da Apple agora estão nas prateleiras

Depois de dois meses do lançamento nos Estados Unidos, o iPhone 6 e o iPhone 6 Plus começaram a ser comercializados no Brasil na sexta-feira, 14 de novembro. Apesar de toda a expectativa, os lançamentos frustraram alguns consumidores devido à fragilidade da carcaça do smartphone que deforma ao sofrer certa pressão. Mesmo com as reclamações, os aparelhos fizeram sucesso entre os clientes estrangeiros: só no primeiro fim de semana foram vendidas 10 milhões de unidades. E, mesmo oito semanas após o lançamento, ainda há filas nas lojas da Apple para comprar os novos dispositivos, que custam entre US$ 199 e US$ 499. 


iPhone 6 e iPhone 6 Plus chegam as lojas em três cores prateado, dourado e cinza. Foto: Divulgação

AS MUDANÇAS NO APARELHO

A alteração mais visível em relação ao modelo anterior, o iPhone 5S, está na dimensão da tela: a versão antiga tinha 4 polegadas e o lançamento possui 4,7 — um tamanho mais próximo dos concorrentes do sistema Android que têm telas de 5 polegadas. A resolução também aumentou foi de 1136x640 para 1334 x 750 pixels. Já a espessura é a menor entre todos os iPhones já lançados pela Apple com apenas 6,9 milímetros.
Leia também: Tente resistir à sedução da gaiola da Apple‏ 
|VÍDEO| A disputa pelo tamanho

Na versão plus a tela é ainda maior: tem 5,5 polegadas, resolução de 1920×1080 pixels e espessura de 7,1 milímetros. Nos dois modelos as telas são de retina HD, possuem altíssima definição e um display ionizado que garante mais resistência. 

As câmeras mantêm os oito megapixels dos modelos passados, mas contam com novos recursos, como o sistema Focus Pixels, que é capaz de identificar mudanças na iluminação e compensar o foco. Segundo a Apple, essa nova ferramenta permite ajustes duas vezes mais rápidos do que no 5S. 

No quesito segurança, a mudança foi a tecnologia Touch ID, que identifica o usuário através da impressão digital e desbloqueia as funções do smartphone. O sensor, que é capaz de fazer leitura na horizontal ou vertical, foi colocado no botão de início. Com a impressão digital, os usuários também podem aprovar compras no iTunes, iBooks e App Store, sem que precisem inserir senha ou outros dados. 

Os iPhone 6 e 6 Plus trazem a mesma memória RAM do 5S: 1 GB. A alteração foi na capacidade de armazenamento: os novos aparelhos possuem uma versão de 128 GB — além das 16 GB e 64 GB que já são tradicionais. A versão intermediária de 32 GB não foi produzida pela Apple.    E para os usuários que gastam rapidamente a bateria, o processador A8 foi projetado para ser menor e mais eficiente: consome até 50% menos energia do que anterior. 



A líder mundial da indústria química mantém parcerias com pesquisadores acadêmicos e startups, fomenta sugestões criativas de funcionários e desenvolve projetos com outras empresas

comentários

Seu aplicativo, que virou uma febre entre os jovens, é acessado a cada dia por cerca de 150 milhões de internautas – quase 15 milhões mais do que o Twitter.

comentários

Com a ajuda de sensores inteligentes, Big Data e imagens de satélite, setor é considerado a bola da vez do empreendedorismo tecnológico

comentários