Tecnologia

Especialistas alertam para novo ataque cibernético


O ataque em curso nesta quarta-feira (17/05) estaria relacionado ao "WannaCry", que afetou mais de 200 mil dispositivos em 150 países na sexta (12/05)


  Por Ansa 17 de Maio de 2017 às 17:22

  | Informações fornecidas pela Agência Italiana de Notícias


Um novo grande ataque cibernético está em curso nesta quarta-feira (17/05) e afeta milhares de computadores em todo o mundo, informou a empresa especializada em segurança online Proofpoint.

De acordo com os especialistas, o ataque está vinculado ao ransonware "WannaCry", que foi iniciado na última sexta-feira (12) e afetou mais de 200 mil dispositivos em 150 países, e foi nomeado de Adylkuzz.

"As estatísticas iniciais sugerem que esse ataque pode ser em maior escala que o WannaCry, afetando centenas de milhares de computadores e servidores ao redor do mundo", informa a empresa norte-americana.

De acordo com as primeiras informações, que foram coletadas no dia 15 de maio, o Adylkuzz ataca também o Windows e não é barrado pelas correções desenvolvidas pelas empresas de antivírus para combater o ransonware.

O "invasor" pode ser detectado por problemas de performance nos computadores, que ficam mais lentos.

Mostrando testes feitos em computadores propositalmente vulneráveis, a Proofpoint mostrou que o novo vírus foi detectado. ]

"No curso da busca pelo WannaCry, nós expusemos as máquinas. Enquanto esperávamos ver o WannaCry, nós tivemos um inesperado e menor invasor barulhento: a criptografia do Adylkuzz", explicam os especialistas.

Diferentemente do WannaCry, que "sequestra" o dispositivo e só o libera após um pagamento, esse novo malware cria uma moeda virtual comparável aos Bitcoins, rouba os dados dos usuários e recebe o pagamento em moeda virtual sem que o usuário perceba.

FOTO: Thinkstock