São Paulo, 26 de Maio de 2017

/ Opinião

Prioridade total: fora PT
Imprimir

Lula está sendo esmagado pelos fatos e não pela retórica. O DEM vai saber usar isso na hora certa. Ter recebido votos de petistas na Câmara não pode se traduzir em ter cedido às vontades deles

Tem muita gente que conheço preocupada com o governo Temer, as concessões que tem feito , a falta de anúncios e medidas que revelem e combatam a desgraça da tríade Lula/Dilma/PT que se abateu sobre o país e por aí afora.

E o fato de se defender, ter paciência, apoiar, nesse momento o governo Temer, não quer dizer que o mesmo seja considerado o melhor, o ideal ou aquele que os brasileiros querem para seu país.

É preciso entender o jogo e dar um passo de cada vez.

Tenho estado também insatisfeito com muita coisa, mas estou assimilando que o mal que se abateu sobre o país tem raízes profundas, criminosas, alimentadas pelo dinheiro sujo da corrupção anos e anos, entranhado no aparelhamento e no comportamento de políticos, governantes, agentes públicos e maus empresários, de todos os poderes e tipos.

Capitaneados na tríade citada.

Então, antes de mais anda e acima de tudo, é preciso focar num objetivo maior e imediato: aprovar definitivamente o impeachment de Dilma e afastar de fato e de direito o petismo da máquina federal.

Embora não se vislumbre condições de volta de Dilma, a desfaçatez com que ela e seu criador (agora quer se desgrudar dela. quanta falta de caráter numa pessoas só) buscam tirar proveito das situações, da máquina pública, da mentira, precisa cessar.

E isso implica na votação do Senado. E ainda há também os petistas vestidos de ministro do STF tentando proteger os líderes que destruíram o país.

Resumo da ópera: o país tem que estar focado e trabalhar, como for possível, dentro da Constituição para mandar o petismo para casa, ou para a cadeia, não se sabe ainda. 

Depois, começa outra etapa. Aí sim, o foco deve ser pressionar o governo Temer a andar na linha, fazer o melhor para o país e não para os políticos e apaniguados, nem para os maus empresários que corroeram as entranhas do país alimentando de dinheiro sujo os governantes.

A Câmara tem novo presidente. É preciso entender também a leque de apoios que recebeu em nome de apaziguar a Casa. 
Os democratas não são tolos, nem esquecidos. Lula disse um dia que seria preciso esmagar o DEM.

Tudo tem hora. Lula está sendo esmagado pelos fatos e não pela retórica. O DEM vai saber usar isso na hora certa e ter recebido votos de petistas na Câmara não pode se traduzir em ter cedido às vontades deles. Era preciso sentar na cadeira. 
E agora sentou alguém do único partido que de fato fez oposição ao PT nos últimos anos.

Delenda PT.

*******
As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem, necessariamente, com as do Diário do Comércio

 



Não se trata de proteger a sonegação fiscal e sim de ajudar as empresas inadimplentes vítimas da recessão a se reequilibrarem, diante da falta de caixa e de crédito

comentários

Está tudo tão confuso, tão degenerado, tão nojento que dá vontade de seguir a música que o cantor Silvio Brito interpreta tão bem: “para o mundo que eu quero descer...”

comentários

A sociedade não tem um projeto para o dia seguinte. Parece que tudo se limita a Lava-Jato, às prisões e delações

comentários