Para o bem do Brasil


Ataquem, depredem, invadam, e se façam vítimas de quem agrediram. Promovam greves em proveito próprio e digam que elas são do interesse de todos


  Por Sérgio Paulo Muniz Costa 01 de Maio de 2017 às 13:25

  | Doutor em ciências militares e historiador


Mentirosos, uni-vos!

Vão agora para as suas redações, cátedras, gabinetes, escritórios, teclados e botequins, e mintam! 

Fabriquem pesquisas de opinião para fazer do Brasil o valhacouto de corruptos. Ataquem, depredem, invadam, e se façam vítimas de quem agrediram. Promovam greves em proveito próprio e digam que elas são do interesse de todos.

Mintam! Só assim podem tentar se salvar da condenação pelas mentiras que pregaram, particularmente nos últimos treze anos. 

Mintam! Só assim podem compensar a perda do direito de mentir livremente de que desfrutaram por longo tempo, principalmente em treze anos de poder. 

Mintam! Só assim poderão acreditar em vocês mesmos depois de mais um fracasso.

Mintam por que essa é a vocação de quem tudo sujeita à ideologia: sexo, raça, gênero, cultura, lazer, economia, politica e História. 

Por que essa é a arma  de quem não tem moral, aquele vínculo que une as pessoas na sociedade que vocês detestam.

Uni-vos aos mentirosos do mundo! Mintam! Por atacado, descaradamente, desbragadamente, historicamente, não  importa a crueldade da mentira. 

Quase ninguém se lembra de quem na Segunda Guerra Mundial ajudou a invadir a Polônia, invadiu a Finlândia e só começou a sua “grande guerra patriótica” depois de atacada pelo monstro a que se aliou. Foi fácil esconder por mais de cinquenta anos quem fuzilou parte da elite polonesa na floresta de Katin.  

Foi cômodo passar a denunciar o colonianismo e promover guerras de libertação nacional somente depois do discurso de Kruschev denunciando a inumanidade de Stalin. 

E foi muito chique pensar que o totalitarismo lúdico de Marcuse defendido pelos fascistóides de Cohn-Bendit nas ruas de Paris em 1968 era a favor a liberdade. 

Como aos poucos vamos deixando passar despercebidas as mentiras dos herdeiros da ideologia que se escondem atrás do abate  de aviões civis enquanto esquartejam um país; que ameaçam guerra nuclear pela vaidade de um ditador de opereta e que lançam seus países no mais completo caos social e econômico.

Se não sabiam disso, mentirosos, confiram o que pensam a respeito os partidos, os grupos e os grupelhos que os fazem mentir. 

Ninguém espera que deixem de mentir, afinal a alienação, a falta de bom senso e o egoísmo são muito fortes neste Brasil sem rumo. 

Mas a mentira os fará acreditar mais nos que os fazem mentir.

A acreditar que o impeachment de Dilma foi golpe, que Lula está sendo perseguido, que a Lava-Jato é instrumento do imperialismo e das elites e que as reformas de que o Brasil precisa são contra o povo.

Minta então. Minta para todos, a começar para si mesmo. 

Assim, para o bem do Brasil, todo mundo vai saber que tudo que vem de vocês é mentira. 

****

As opiniões expressas em artigos são de exclusiva responsabilidade dos autores e não coincidem, necessariamente, com as do Diário do Comércio

FOTO: Tomaz Silva/Agência Brasil