São Paulo, 29 de Julho de 2017

/ Negócios

Renner lidera em varejo no ranking Empresas Mais
Imprimir

A Bayer, da categoria química e petroquímica, sagrou-se a grande campeã na lista que classificou empresas atuantes em 22 setores

O jornal O Estado de S. Paulo revelou na manhã desta terça-feira (29/09), os vencedores do ranking Empresas Mais, que traz uma lista das companhias brasileiras com os melhores resultados em 22 setores avaliados.

A empresa com o melhor desempenho em todos os setores foi a Bayer, vencedora na categoria de indústria química e petroquímica.

Entre os bancos, a primeira posição ficou com o Banco do Brasil, seguido de Caixa e BTG Pactual. Já os vencedores do varejo foram Lojas Renner (1º), Lojas Americanas (2º) e Via Varejo (3º).

LEIA MAIS: Nada de crise. Renner vai abrir mais 30 lojas

Entre os primeiros colocados nas suas categorias estão também Embraer, Raízen, Telefônica, Cielo, CCR e Whirlpool (veja abaixo a lista completa dos vencedores). O anúncio dos ganhadores foi feito em cerimônia na Casa Petra, em São Paulo. Além de representantes das empresas premiadas, participam da solenidade o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin.

METODOLOGIA

Para identificar os destaques setoriais, a FIA avaliou os balanços financeiros de cerca de 5.000 empresas entre 2011 e 2014. As vencedoras foram as empresas que tiveram o melhor "coeficiente de impacto financeiro", indicador criado pela FIA e que considera tanto o resultado da companhia quanto o seu porte.

"É uma metodologia inovadora. Fizemos uma série de transformações matemáticas para colocar em bases comparáveis empresas de tamanhos diferentes", disse o coordenador de projetos da FIA, Sérgio de Oliveira Assis. O coeficiente de impacto financeiro é uma média de outros dois indicadores.

O primeiro deles avalia o porte da empresa e foi calculado com base no seu faturamento e no volume total de ativos. O segundo se refere ao desempenho das companhias e considera a expansão da receita e o retorno sobre o ativo.

Além da lista de vencedores, o Empresas Mais terá informações de mercado sobre os 22 setores avaliados e as companhias que se destacaram em cada categoria. O anuário também terá uma relação das 1.500 maiores empresas do Brasil, elaborada a partir do faturamento anual das companhias.



O número é 6,2% maior que o registrado nos primeiros seis meses do ano passado, de acordo com a CDLRio

comentários

A crise econômica gerou mudanças nos hábitos de consumo dos brasileiros, que aprenderam a pesquisar preços e transformaram presentes em lembrancinhas

comentários

De forma geral, os indicadores continuam em patamares melhores do que no ano passado, mas ainda aquém do desejável de uma economia em sua plenitude, de acordo com a Fecomercio

comentários