São Paulo, 01 de Outubro de 2016

/ Negócios

Movimento do comércio cresce 1,2% em fevereiro sobre janeiro
Imprimir

Levantamento da Boa Vista mostra que, em relação a igual mês do ano passado, vendas caíram 2,1% por conta de juros e inflação em alta

O movimento do comércio cresceu 1,2% em fevereiro em relação a janeiro, descontados os efeitos sazonais, segundo levantantamento da Boa Vista SCPC. Na comparação com fevereiro do ano passado, houve queda de 2,1% e, no período de 12 meses encerrados em fevereiro, o movimento registrou alta de 2,3%, desacelerando, porém, em relação a essa mesma comparação encerrada em janeiro, quando o percentual de aumento foi de 3,2%.

"Para 2015, alguns fatores macroeconômicos, como a elevação de taxas de juros, dos impostos e da inflação, deverão afetar mais intensamente a confiança e o poder de compra do consumidor", segundo a Boa Vista. Assim, a expectativa dos analistas da empresa é que as vendas do setor cresçam 1% neste ano.

Na divisão por setores, "tecidos, vestuário e calçados" registrou o melhor desempenho, com elevação de 0,9%, na margem. Em seguida aparecem "supermercado, alimentos e bebidas", com avanço de 0,2%, "combustíveis e lubrificantes", com queda de 0,3% e "móveis e eletrodomésticos", com retração de 0,1%.

O indicador de movimento do comércio da Boa Vista é elaborado a partir do volume de consultas à sua base de dados. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100, e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal.

 



A queda pontual da confiança do comércio em setembro caracteriza-se como um movimento de acomodação após forte alta no mês anterior, de acordo com a Fundação Getúlio Vargas

comentários

Queda prevista é mais acentuada do que a registrada em 2015, de -4,3%, na comparação com 2014, de acordo com a ACSP

comentários

Todos os setores da economia registraram recuo. Projeção do Banco Central é que saldo de financiamentos no Brasil diminua 2% em 2016

comentários