Negócios

e-commerce registra alta de 26,7% nas vendas de fevereiro


Já o desempenho do varejo tradicional foi negativo, com queda de 2,3% na comparação interanual, aponta pesquisa da Mastercard


  Por Estadão Conteúdo 03 de Abril de 2017 às 20:12

  | Agência de notícias do Grupo Estado


Indicador da operadora de cartões de crédito Mastercard para medir o desempenho do consumo aponta que as vendas no varejo brasileiro caíram 2,3% em fevereiro, ante igual mês do ano passado. 

No entanto, o e-commerce, que são as transações feitas pela internet, mostrou crescimento de 26,7% na mesma comparação.

Para o restante do ano, a expectativa é de cautela. "O ambiente econômico permanece desafiador, mostrando um panorama de desemprego crescente, o que, consequentemente, impacta negativamente a massa salarial”, afirma Kamalesh Rao, diretor de Pesquisa Econômica da Mastercard Advisors

Segundo ele, mesmo com esse cenário, é importante pontuar que a confiança do consumidor teve um importante crescimento em fevereiro, comparada a janeiro de 2017.

"Nesse cenário, há a probabilidade de haver uma retomada gradual do varejo durante os próximos meses", diz Rao.

Lançado no Brasil no começo de 2013, o indicador da Mastercard, batizado de SpendingPulse, é baseado nas atividades de vendas na rede de pagamentos da operadora, juntamente com as estimativas para todas as outras formas de pagamento, incluindo dinheiro e cheque. 

A empresa ressalta que o levantamento não reflete ou se relaciona com o desempenho operacional e financeiro da Mastercard.

IMAGEM: Thinkstock