Negócios

Confiança do setor serviços tem leve alta em agosto


A discreta melhora na percepção das empresas voltou a se sustentar nas expectativas, enquanto as avaliações correntes não apontam sinal consistente de recuperação, de acordo com a FGV


  Por Estadão Conteúdo 30 de Agosto de 2017 às 10:29

  | Agência de notícias do Grupo Estado


O Índice de Confiança de Serviços (ICS) subiu 0,3 ponto na passagem de julho para agosto, para 83,2 pontos, na série com ajuste sazonal, informou nesta quarta-feira (30/08), a Fundação Getulio Vargas (FGV). Após a segunda alta consecutiva, o índice recupera apenas metade da perda de 2,8 pontos observada em junho.

"A discreta melhora na percepção das empresas de serviços em agosto voltou a se sustentar nas expectativas, enquanto as avaliações correntes não apontam sinal consistente de recuperação. A redução observada em agosto no indicador de emprego previsto, que há três meses vinha sinalizando melhora, reforça o cenário de um processo lento de retomada do ritmo de atividade do setor," avalia Silvio Sales, consultor do Instituto Brasileiro de Economia da FGV (Ibre/FGV).

Houve aumento na confiança em sete das 13 atividades pesquisadas. O Índice de Expectativas (IE-S) subiu 0,9 ponto em agosto, enquanto o Índice da Situação Atual (ISA-S) recuou 0,3 ponto.

O componente de Demanda prevista avançou 1,0 ponto, para 86,8 pontos, a maior contribuição para a alta do IE-S em agosto. No ISA-S, a principal influência negativa foi do Volume de Demanda atual, que recuou 0,3 ponto, para 78,5 pontos.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (Nuci) do setor de serviços ficou estável em agosto, permanecendo em 82,1%. A coleta de dados para a edição de agosto da sondagem foi realizada entre os dias 1º e 25 deste mês.

IMAGEM: Thinkstock