São Paulo, 06 de Dezembro de 2016

/ Inovação

Pequenas inovadoras ganham ranking de melhores cases
Imprimir

Centro de Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas lança Guia de Inovação para micro e pequenas empresas e anuncia vencedores no final do ano

Quem nasceu para inovar será a estrela no novo ranking Guia de Inovação para Sustentabilidade em MPE. Desenvolvido pelo GVCes - Centro de Estudos em Sustentabilidade da Escola de Administração de Empresas da FGV-SP, em parceria com a revista Página 22, o projeto tem a finalidade de se tornar uma vitrine para os pequenos empreendimentos criados para vender produtos ou serviços com soluções inovadoras para problemas sociais, ambientais ou econômicos.

Em seu trabalho habitual com os pequenos empreendedores, o GVCes identificou os principais gargalos que asfixiam os novos negócios. Para as MPEs inovadoras, as dificuldades de ser iniciante e pequena se tornam ainda mais pesadas porque precisam investir em um mercado novo ou convencer uma cadeia de valor sobre a relevância de seu produto. 

Falta financiamento, conexões, garantia de patente, rede de apoio e acesso a conhecimento para que ganhem musculatura e maturidade para sobreviver aos primeiros tempos e crescer.  O projeto do ranking trabalha com a expectativa de propiciar uma melhora no ambiente de negócios para este segmento. Para os organizadores, as MPEs precisam acima de tudo de reconhecimento. 

De acordo com Paulo Branco, vice-coordenador da instituição, enquanto as grandes empresas se dedicam à inovação incremental, são as pequenas que tem agilidade e as competências necessárias “para promover a chamada destruição criativa, a inovação que leva à disruptura de um mercado”. O guia vai abrir espaço tanto a inovação radical quanto às melhorias em modelo de negócios, processos internos e desenvolvimento de produtos. 

O projeto tem como referência o Guia Exame de Sustentabilidade, também desenvolvido pelo GVCes em conjunto com a revista Exame. Existente há 15 anos, este ranking analisa e mensura os projetos de sustentabilidade das grandes empresas do país. As inscrições de pré-cadastramento para o Guia já estão abertas. As etapas de seleção e análise de casos incluem uma série de diretrizes até a escolha final dos ganhadores, prevista para novembro deste ano.

FOTO: THINKSTOCK



Batizado de Mining Lab, neste primeiro ciclo, a Votorantim vai se concentrar em projetos nas áreas de nanotecnologia e energias renováveis

comentários

Quer saber como lidar com mudanças? A Rede Ubuntu, criada por Eduardo Seidenthal, se especializou em preparar pessoas e empresas para dar o salto que o mundo exige. A própria rede é o exemplo

comentários

Prazo para alcançar a meta prevista pelo Programa 50-50 é 2030. Para a entidade, a conquista de direitos iguais para homens e mulheres tem como primeiro passo ampliar a participação feminina na política

comentários