São Paulo, 26 de Junho de 2017

/ Inovação

Novo modelo de loja da Target é tendência para o varejo
Imprimir

Mudanças arquitetônicas devem ajudar a rede americana a valorizar a experiência de compras e a conveniência da clientela

A Target, uma das maiores e mais antigas varejistas dos Estados Unidos, anunciou uma grande mudança em seus modelos de loja. A primeira unidade dessa nova geração será inaugurada em outubro próximo, no Texas.

Fundada em 1902, na cidade de Minneapolis, no norte dos Estados Unidos, a empresa opera mais de 1,8 mil unidades com faturamento que ultrapassou US$73 bilhões no ano fiscal de 2016.

A Target vende quase tudo: de alimentos a roupas e produtos de beleza, até móveis e brinquedos.

A nova loja terá mais de 37 mil metros quadrados e foi planejada para melhorar a experiência dos consumidores.

Outras 40 lojas  serão reformuladas ainda neste ano. De acordo com a empresa, o plano é que 500 lojas passem por mudanças entre 2018 e 2019. 

“Estamos investindo para levar a Target a um novo nível de experiências de compras, oferecendo novas maneiras para apresentar produtos e ferramentas que ajudarão os clientes a economizaram tempo”, afirma Brian Cornell, presidente da empresa.

MUDANÇAS

Um das grandes alterações é que a loja terá duas entradas: uma para quem está com pressa ou para quem apenas precisa pegar pedidos online. Outra para quem quer aproveitar as compras e passear pela loja.

A primeira terá fácil acesso a seção de alimentos, vinho e cerveja.  Os consumidores que escolherem essa opção chegarão rapidamente aos caixas de autoatendimento e ao balcão de trocas.

Nessa entrada também haverá vagas de carros reservadas para os clientes online. Os pedidos serão entregues diretamente nos veículos -sistema semelhante aos drive thru das redes de fast-food.

Tecnologias modernas também ajudarão a tornar as compras mais rápidas.

Equipamentos espalhados pela loja auxiliarão os clientes a procurar os itens disponíveis, fazer pagamentos e agendar entregas.

Conveniência deve ser a palavra-chave para a Target nos próximos anos.

Além das mudanças já citadas, a empresa também deverá apostar em lojas menores com poucos itens.

A estratégia será plantar esse formato em locais movimentados e próximos de universidades.

 

ARQUITETURA

O novo modelo de loja da Target trará também novidades no design.  A fachada ganhará vidros, chãos de concreto e iluminação por todo o espaço.

Os corredores da loja terão trajetos circulares para melhor exibição dos produtos.  Além disso, gôndolas serão colocadas em lugares inusitados.

O departamento de alimentos deve ganhar novas formas de apresentação para valorizar os alimentos. A nova estratégia da empresa é vender mais produtos frescos ou prontos para consumo.

Itens complementares serão posicionados juntos, como roupas, acessórios e artigos de beleza.

A separação entre essas seções não será clara. Isso deve incentivar os consumidores a circular pela loja para encontrar todas as opções disponíveis de mercadorias. 

NOVO MODELO DE LOJA DA CACAU SHOW

CACAU SHOW

No Brasil, as empresas também estão investindo em reformulações de seus modelos de loja para melhorar a experiência da clientela. 

A Cacau Show, do segmento de chocolates, por exemplo, alterou o design de suas lojas em outubro do ano passado.

A empresa ampliou seu portfólio de produtos e, por isso, aumentou também a área em que os clientes podem sentar para consumir chocolates, cafés e sobremesa.

 “Sabemos que nossos chocolates atendem com excelência às expectativas do consumidor. Mas essa nova loja também tem um grande foco no café, que harmoniza muito bem com chocolate, duas paixões do brasileiro”, afirma Monica Ogawa, gerente de comunicação da Cacau Show e responsável pelo projeto.

FOTO: Divulgação