Inovação

Faturamento das empresas sobe com inovação e tecnologia


Até o fim deste ano, o programa Sebraetec investirá cerca de R$ 200 milhões


  Por Agência Sebrae 01 de Setembro de 2017 às 18:57

  | Informações do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena empresa


Mais de 40% dos empreendedores que participaram do Sebraetec em 2016 – programa que leva serviços de tecnologia e inovação aos pequenos negócios - afirmaram que tiveram um aumento no faturamento.

Pesquisa feita pelo Sebrae mostra que 22% das empresas relataram um aumento mensal superior a 11%. Pelo levantamento, em 18% das companhias, a expansão foi de até 10%. 

A pesquisa também identificou que 39% das empresas que foram atendidas relataram a manutenção do faturamento naquele ano.

“Ano passado, a economia brasileira teve bastante dificuldades e  os pequenos negócios também  foram impactados. Mesmo assim, o aumento no faturamento de empresários que participaram do Sebraetec demonstra que os investimentos em inovação e capacitação são essenciais para o sucesso no negócio”, destaca o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos. 

Afif ainda afirma que o bom resultado do Sebraetec fez com que a instituição aumentasse o investimento na aplicação do programa. Para este ano, serão investidos cerca de R$ 200 milhões, valor 154% superior ao investido em 2016, que foi de R$ 78,7 milhões.

MENOS CUSTOS

A pesquisa também revelou que 24% das empresas atendidas pelo Sebraetec apresentaram uma redução de, no mínimo, 10% nos custos mensais. Ainda de acordo com o levantamento, 90% dos entrevistados afirmaram que após serem atendidos pelo programa melhoraram a qualidade dos produtos e serviços, 88% aperfeiçoaram o atendimento e 81% diminuíram os desperdícios.

Em 2016, foram atendidos quase 54 mil empreendimentos. A expectativa é que cerca de 98 mil empresas recebam consultoria e capacitação até o fim deste ano.

O Sebraetec subsidia pelo menos 70% do valor dos serviços tecnológicos para os pequenos negócios e atua nos seguintes temas: qualidade, inovação, produtividade, design, serviços digitais, propriedade intelectual e sustentabilidade.

Por meio do programa, o Sebrae ainda viabiliza o acesso dos pequenos negócios a serviços tecnológicos de avaliação da conformidade, para atender às exigências baseadas em requisitos de qualidade e sustentabilidade.

FOTO: Thinkstock