São Paulo, 09 de Dezembro de 2016

/ Inovação

7 maneiras criativas para divulgar sua marca nas redes sociais
Imprimir

Como chamar a atenção dos consumidores com campanhas de marketing instantâneas na Internet

Campanhas de marketing relâmpago têm um efeito mais permanente do que se imagina. O especialista em análise de informações na Internet Chris Kerns, autor do recém-lançado livro Trendology, pesquisou a conta de Twitter de mais de 100 marcas e verificou que a publicidade relacionada a eventos, como a premiação do Oscar, gera 400% mais repercussão (medida por retuítes) do que a propaganda convencional.

 Esse percentual sobe para 1200%  quando a empresa usa algum fato inesperado durante o evento. A fabricante de biscoitos Oreo, por exemplo, aproveitou um blecaute no estádio durante o Super Bowl, final do principal campeonato de futebol americano, para publicar o seguinte tuíte: “Apagão? Não tem problema. Você ainda pode mergulhar a sua bolacha no escuro”. A mensagem gerou mais de 15 mil retuítes.

Em pesquisa da consultoria em campanhas digitais Econsultancy com estrategistas em marketing, três em cada quatro deles afirmaram ter aumentado o impacto de suas campanhas após implantarem ações de marketing em tempo real. Além disso, eles apontaram como benefícios uma maior retenção de clientes e um melhor reconhecimento da marca.

Com muita criatividade e pouco dinheiro, negócios nascentes ou em crescimento podem fazer campanhas instantâneas que bombem. Que os exemplos a seguir, em 7 diferentes categorias de marketing em tempo real, sirvam de inspiração.

1 - Eventos planejados

Durante a Fashion Week de Nova Iorque, mais importante desfile de moda dos Estados Unidos, a Pepsi lançou uma lata de refrigerante diet mais fina, com o slogan: “a nova lata magra”.  Outro exemplo é o da Namecheap, uma empresa que atua num mercado nada charmoso para o consumidor final, o de registro de domínios na Internet. A Namecheap consegue ter mais de 100 mil seguidores no Twitter com campanhas simples mas inventivas, como a de colocar 48 questões desafiadoras no Super Bowl – misturando algumas relacionadas ao campeonato a outras sobre tecnologia, seu nicho de negócio.

2 - Feriados e datas especiais

No Dia dos Namorados, a Nextel criou um comercial com a hashtag #aceitalaura, em que um biólogo pedia sua namorada em casamento.  Com quase 500 mil acessos no YouTube, a campanha fez tanto sucesso que virou um dos tópicos principais no Twitter do mundo todo. Obviamente, a moça aceitou o pedido. Outro exemplo: a General Eletric celebrou o Dia Nacional dos Inventores, em 11 de fevereiro (data de nascimento de Thomas Edison) pedindo no Twitter e Facebook para que os usuários enviassem suas invenções. Durante 7 horas, ilustradores desenharam e publicaram as melhores ideias.

3 - Programas de TV

Em uma das séries de TV de maior sucesso de todos os tempos, Breaking Bad, um personagem mencionou “uma viagem a Belize” como eufemismo para assassinato. A Secretaria de Turismo de Belize, então, reagiu de forma irreverente e bem humorada, convidando pelo Twitter o criador da série Vince Gilligan e oito membros do elenco a passar férias gratuitamente no país. 

4 - Celebridades

A rede de escolas de inglês Red Balloon conseguiu fazer muito barulho no Brasil a custo baixíssimo. Alunos de 8 a 13 anos entraram nas contas do Twitter de celebridades estrangeiras para corrigir seus erros de gramática. Deram lições a gente como Paris Hilton, Fergie, Ben Stiller, Rihanna e Sylvester Stallone. 

5 - Fatos inesperados em eventos

Assim como no exemplo do apagão no Super Bowl, imprevistos em eventos importantes podem ser utilizados para chamar a atenção do consumidor. Quando o atacante uruguaio Luís Suarez mordeu o zagueiro italiano Giorgio Chiellini em jogo da última Copa do Mundo, empresas como McDonald’s e Snickers fizeram tweets engraçados convidando Suarez a devorar seus produtos – e não outros jogadores. 

6 - Notícias

Quando uma forte nevasca atingiu o nordeste dos EUA no ano passado, a rede Starbucks promoveu seu café Via no Twitter com frases como “agarre o seu Via e curta a neve!”. Mas tome cuidado se for utilizar notícias trágicas ou polêmicas. Após a explosão de uma bomba durante a Maratona de Boston em 2013, o site de receitas culinárias Epicurious postou no Twitter: “ Vamos honrar Boston e a Inglaterra fazendo bolinhos de framboesa”. Pegou mal. 

7 - Ondas que surgem nas redes sociais

Frequentemente, mensagens tornam-se virais nas redes sociais. Por exemplo, o Desafio do Balde de Gelo, criado com a intenção de levantar fundos para os pacientes de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), propagou-se pelo mundo todo. Usuários do Facebook começaram  a desafiar amigos a tomar um banho de balde gelado para ajudar a causa. Algumas marcas, então, publicaram campanhas relacionadas e pediram para outras empresas aderirem ao Desafio. A rede Ponto Frio, por exemplo, colocou o pinguim símbolo de sua marca levando um balde de água gelada.



Para o publicitário Celso Loducca, que participou do FE4 Fórum Empreendedor, promovido pela Associação Comercial de São Paulo, as empresas, para ser bem-sucedidas, devem antes descobrir o propósito de sua existência

comentários

O Fórum Empreendedor FE4, realizado pela Associação Comercial de São Paulo, traz o publicitário Celso Loducca nesta quinta-feira (20/10)

comentários

Marca abandona celebridades, abraça a diversidade e tenta atrair clientes jovens

comentários