São Paulo, 23 de Fevereiro de 2017

/ Gestão

Os 4 piores erros na contratação de funcionários
Imprimir

Contratar a pessoa certa sai caro, mas escolher o profissional errado é ainda mais custoso

Contratar um funcionário é sempre um risco – na hora da entrevista, a pessoa parece o candidato perfeito. No entanto, após o real início das atividades é que o gestor começa a perceber que aquele profissional talvez não fosse a melhor opção para o cargo ou para o momento. Então, começa o prejuízo – são gastos de dinheiro e tempo com a demissão, um novo processo seletivo e uma nova contratação.

Lou Adler, especialista em recrutamento e seleção e colunista da revista americana Inc., focada em empreendedorismo, listou os quatro piores erros de quem contrata. Veja abaixo quais os pontos de atenção e como não cair nessas ciladas.

 

 



Maurício Morgado, coordenador do Centro de Excelência em Varejo, da FGV/SP, diz que entender e educar o cliente não custa nada e têm grande influência na decisão de compra

comentários

Dados do Caged mostram aumento de contratações em janeiro, segundo o banco. A análise prevê um crescimento do PIB de 1% este ano, acelerando para 4% em 2018

comentários

Rodrigo Puga, sócio-consultor da Top Brands, fala ao Diário do Comércio Entrevista sobre o quanto o valor da marca é relevante para os investidores

comentários