São Paulo, 25 de Junho de 2017

/ Gestão

ACSP conquista a mais recente versão da certificação ISO
Imprimir

Pioneira entre as entidades de classe a implementar sistema de gestão de qualidade, a Associação Comercial de São Paulo intensifica o conceito de gerenciamento de riscos e oportunidades na promoção do associativismo

O sistema de gestão da qualidade da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) foi certificado com o selo NBR ISO 9001:2015, a versão mais recente da norma.

A ACSP foi a pioneira a obter a certificação ISO 9000 no Brasil, em 1998. Desde então, tem seu modelo de gestão auditado de forma independente para atender padrões de confiabilidade, credibilidade e transparência.  

De acordo com Claudio Queiroz, executivo da ACSP [à esq.na foto] e responsável pelo projeto, com a implementação da nova versão da ISO 9001, a entidade passa a adotar o conceito de gerenciamento de risco e oportunidades, compreendendo o contexto de sua atuação na promoção do associativismo por meio da prestação de serviços, eventos institucionais e desempenho de suas distritais

SAIBA MAIS: O que uma certificação pode ensinar ao empreendedor

Entre as principais mudanças no sistema de gestão está a busca constante pela evolução dos índices de satisfação dos associados, maior integração entre as áreas da organização (por meio de alinhamento de linguagem e processos), valorização da gestão do conhecimento organizacional, além de descentralização e maior participação dos colaboradores da ACSP.  

Com maior participação na definição e execução dos processos da ACSP, a expectativa é que aumente o grau de engajamento dos colaboradores, despertando o senso de empoderamento e responsabilidade no atendimento das demandas dos associados. 

“Este sistema de gestão implantado em sua totalidade tem como resultado principal o aumento da satisfação de nossos associados”, afirmou Queiroz. 

Entre os resultados esperados com a nova certificação estão ganhos em planejamento, aumento da produtividade, melhoria na comunicação interna e processos, satisfação no trabalho e maior visibilidade e credibilidade no mercado.

Há também a possibilidade de redução de custos ao se identificar operações em duplicidade, extinguindo processos desnecessários sem prejuízos à qualidade dos serviços.

CERTIFICADO CONCEDIDO PELA FUNDAÇÃO VANZOLINI À ACSP

CREDIBILIDADE INTERNACIONAL

A ACSP recebeu o certificado da Fundação Carlos Alberto Vanzolini, uma das principais certificadores de sistemas de gestão no Brasil. 

A entidade é a única organização nacional totalmente integrada à The International Certification Network (IQNet), rede composta por dezenas de certificadoras que atuam em mais de 150 países -o que confere reconhecimento internacional para as certificações emitidas pela entidade. 

Com isso, o certificado também confere maior transparência e credibilidade em parcerias que a ACSP venha a estabelecer com entidades e empresas estrangeiras

RESPONSABILIDADE SOCIAL

A ACSP detém também, desde 2009, o certificado NBR 16001, sistema de gestão da responsabilidade social, sob a supervisão do executivo Cláudio Queiroz.

O selo, que não trata apenas da gestão interna, tem como objetivo assegurar o compromisso das organizações com práticas sociais, ambientais e econômicas, para toda a cadeia de valor -o que inclui clientes, funcionários, fornecedores e comunidade.

A norma concede grande peso às questões de direitos humanos, trabalhistas, ambientais, de governança e às relacionadas aos consumidores e à comunidade –além de requisitos internos de qualidade e saúde e segurança.



É o que revela levantamento encomendado pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) ao Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT)

comentários

Proposta do governo é centralizar o registro de ativos, como recebíveis de cartão de crédito e duplicata, para dar mais segurança ao mercado

comentários

É o que revela o Boletim de Vendas da Associação Comercial de São Paulo. O desempenho foi beneficiado pelo cenário de inflação e juros em queda; salário real em alta e a liberação dos recursos do FGTS

comentários